Colégio Etapa Internacional
CONTATO

Filtrar por categoria
Filtrar por categoria

Conheça as renomadas universidades da Ivy League

A Ivy League é reconhecida internacionalmente pela excelência acadêmica de suas oito universidades.

Segundo o Times Higher Education (THE), 40 instituições de ensino superior dos Estados Unidos estão entre as 100 melhores universidades do mundo. E um grupo de oito faculdades se destaca nesta lista.

Juntas, Brown, Columbia, Cornell, Dartmouth, Harvard, Princeton, University of Pennsylvania e Yale formam a Ivy League, reconhecida internacionalmente por sua excelência acadêmica.

Saiba mais sobre a liga universitária mais prestigiada do mundo e conheça melhor as oito instituições que integram este grupo.

 

Entenda melhor o que é a Ivy League

A Ivy League é um grupo formado por oito universidades privadas localizadas no Nordeste dos Estados Unidos. Quando foi fundada em 1954, a liga representava apenas uma agremiação esportiva.

“Por estarem na mesma área geográfica, estas instituições realizam atividades esportivas juntas e até competições interuniversitárias. Mas a Ivy League é muito mais do que esportes. Há muito tempo a liga também é sinônimo de excelência acadêmica”, afirma Ariel Setton, college counselor do Setor Internacional do Colégio Etapa São Paulo.

“São instituições com muita história e que contam com grandes personalidades mundiais integrando as suas comunidades acadêmicas. Essas universidades focam muito em produção acadêmica e científica, o que faz com que estejam entre as instituições que mais recebem doações privadas e de fundos do governo para investir em infraestrutura e pesquisas”, explica Setton. Juntas, essas universidades já conquistaram mais de 275 prêmios Nobel, com pelo menos uma honraria concedida para cada instituição nos últimos 20 anos.

O nome da liga é uma referência à hera, uma espécie de planta trepadeira comum no Nordeste americano. Inclusive, grandes muros destas universidades são cobertos pela ivy, seu nome em inglês.

A Ivy League também continua a se destacar quando o assunto é esporte. Atualmente, todas as universidades da liga estão na primeira divisão da National Collegiate Athletic Association (NCAA), a conferência de esporte universitário mais importante dos Estados Unidos. Ao todo, estas instituições somam mais de 8 mil atletas patrocinados para participarem de campeonatos de mais de 30 modalidades esportivas.                                                      

 

Conheça as oito universidades da Ivy League

1) Brown University

Brown

Brown University é a sétima instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos. Fundada em 1764, a universidade é considerada uma das melhores do seu país, ocupando a sétima posição no ranking elaborado pelo Times Higher Education (THE) em parceria com o Wall Street Journal (WSL).

O principal campus de Brown fica em Providence, capital do estado de Rhode Island. Com 230 prédios, a universidade possui mais de 40 departamentos, 30 centros de pesquisa, 17 institutos e seis espaços culturais que incluem museus, livrarias e coleções.

Alguns dos cursos mais renomados de Brown são Ciências Ambientais, Comunicação, Educação, Matemática, Neurociências e Relações Internacionais. E o corpo de ex-alunos da instituição possui personalidades como o ex-governador de New York Charles Evans Hughes e a atriz americana Emma Watson, conhecida internacionalmente por seu papel na série cinematográfica Harry Potter.

A universidade se destaca por seu currículo aberto, que oferece maior liberdade e flexibilidade para os estudantes escolherem as disciplinas que querem cursar. Lançado em 1970, o projeto pedagógico de Brown foi inspirado em uma fala do quarto presidente da instituição. Segundo o economista Francis Wayland, “todo o estudante deve estudar o que ele escolheu, tudo o que ele escolheu, e nada além do que ele escolheu”.

A porcentagem de estudantes internacionais gira em torno de 12%, e a taxa de admissão considerando todos os candidatos é de 6,6%. Para estudar em Brown, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 74 mil por ano, somando alimentação, moradia e tuition and fees¹.

 

2) Columbia University

Columbia

Columbia University é a instituição de ensino superior mais antiga do estado de New York. Fundada em 1754, a universidade é considerada a 3ª melhor de todo o território americano, segundo o ranking do jornal U.S. News & World Report.

Com 20 escolas, 115 departamentos e mais de 200 centros e institutos, o principal campus da instituição fica localizado no coração da cidade de New York. Considerada umas das líderes em pesquisa, a universidade recebe mais de US$ 1 bilhão de investimentos, e seus estudantes produzem, em média, 350 patentes por ano. Não é à toa que a comunidade acadêmica de Columbia já conquistou 84 prêmios Nobel, e formou ex-alunos como o ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

A instituição ainda possui oito centros globais espalhados por diferentes países, como Brasil, China, França, Índia e Turquia. O objetivo destes espaços é estreitar laços entre alunos, ex-alunos, professores e funcionários de Columbia.

Algumas das graduações mais reconhecidas são Antropologia e Sociologia, Artes Cênicas, Ciências da Computação, Engenharia, Filosofia e Línguas Clássicas. Entretanto, independente da graduação escolhida, todos os estudantes passam por uma formação interdisciplinar.

“Escolhi estudar em Columbia porque o currículo de liberal arts² era bastante alinhado com os meus objetivos acadêmicos. Além disso, a vida no campus é muito ativa. A universidade promove vários eventos, tanto para ajudar os estudantes a lidarem com o estresse do dia a dia como palestras sobre os mais variados temas”, explica Pedro Tozzi, ex-aluno do Colégio Etapa que estuda Letras Clássicas e Educação na instituição americana.

Os estudantes internacionais compõem 16% do corpo de undergraduates3. E a taxa de admissão da universidade considerando todos os candidatos é de 5,5%. É necessário um investimento de aproximadamente US$ 71 mil por ano, somando todas as taxas, para estudar em Columbia.

 

3) Cornell University

Cornell

Cornell University é a instituição mais jovem e com o maior número de estudantes da Ivy League. Fundada em 1865, a universidade está classificada em nono lugar no ranking de melhores faculdades dos Estados Unidos, do Times Higher Education (THE).

O seu principal campus fica na cidade de Ithaca, no estado de New York. Conciliando tradição, inovação e convívio com a natureza, os estudantes encontram a possibilidade de cursar 80 majors4 e 120 minors5 em Cornell. No total, são sete escolas, com mais de 4 mil disciplinas distribuídas por 100 departamentos. Alguns dos cursos mais renomados são Arquitetura, Ciências Agrárias, Física, Negócios e Tecnologia da Informação.

A instituição ainda conta com o Office of Global Learning, centro que oferece educação em mais de 80 países. A universidade também se diferencia pela variedade de atividades extracurriculares que oferece. São mais de 100 organizações estudantis, 60 irmandades e fraternidades e mais de 100 modalidades esportivas, com 30 ligas focadas em competições.

Sob o lema “descobrir, preservar e disseminar o conhecimento”, Cornell também é uma das líderes nacionais em pesquisa. A comunidade acadêmica da instituição já conquistou 50 prêmios Nobel, e inclui personalidades como Ruth Bader Ginsburg, a segunda mulher a atuar como juíza na Suprema Corte dos Estados Unidos, e Mae Jemison, a primeira astronauta negra a ir para o espaço.

A porcentagem de estudantes internacionais, bem como a taxa de admissão considerando todos os candidatos, gira em torno de 10%. Para estudar em Cornell, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 72 mil por ano, somando alimentação, moradia e tuition and fees.

 

4) Dartmouth College

Dartmouth

A Dartmouth College é considerada a 12ª melhor universidade dos Estados Unidos, segundo os rankings do U.S. News & World Report e do Times Higher Education (THE). Fundada em 1764, a faculdade está entre as dez instituições de ensino superior mais antigas dos Estados Unidos.

Localizada na cidade de Hanover, no estado de New Hampshire, Dartmouth possui mais de 60 opções de majors, 50 centros de pesquisa e 40 departamentos divididos em grandes áreas como Artes, Humanidades e Ciências, por exemplo. Entre as graduações mais reconhecidas estão Biologia, Ciências Ambientais, Ciências da Computação, Economia e História.

Três escolas da universidade são destaque no cenário americano. A Geisel School of Medicine de Dartmouth é a quarta faculdade de Medicina mais antiga dos Estados Unidos. A Thayer School of Engineering também está entre as mais antigas escolas em sua área, com um currículo unificado para a graduação de Engenharia. Por último, a Tuck School of Business é considerada uma das principais faculdades de Negócios do mundo.

A universidade também se destaca em Ciências, sendo considerada propulsora de pesquisas de alta qualidade pela Carnegie Foundation, centro de políticas educacionais de ponta dos Estados Unidos. Grandes personalidades das Ciências, Artes e Política fizeram parte da comunidade acadêmica de Dartmouth, como o ex-senador americano Daniel Webster e o cientista Paul Zamecnik, que desempenhou um papel central para o desenvolvimento da Biologia molecular.

Tanto a taxa de estudantes internacionais como a porcentagem de candidatos aceitos pela instituição representam 9%. É necessário um investimento de aproximadamente US$ 73 mil por ano, somando todas as taxas, para estudar em Dartmouth.

 

5) Harvard University

Harvard

Harvard University é considerada a melhor instituição de ensino superior dos Estados Unidos, segundo o ranking do Times Higher Education (THE). A universidade, que foi fundada em 1636, é a mais antiga do país.

Localizada na cidade de Cambridge, no estado de Massachusetts, Harvard possui 12 escolas de graduação, com 8 mil disciplinas distribuídas em mais de 100 departamentos. Alguns dos cursos mais renomados são Biologia, Ciências Políticas, Economia, Matemática e Química.

Os estudantes da instituição também podem usufruir de 400 organizações estudantis, mais de 20 equipes esportivas e 20 museus de Cultura, Ciências e acervo digital. Além disso, a universidade abriga o Radcliffe Institute for Advanced Study, que promove pesquisas interdisciplinares. E ainda conta com a Harvard Library, que abriga o maior acervo acadêmico do mundo.

A instituição também se destaca quando o assunto é Ciências. Com mais de 100 centros de pesquisa, Harvard recebe mais de US$ 800 milhões de investimento por ano. Como resultado disso, a universidade possui 51 prêmios Nobel e 50 vencedores do Prêmio Pulitzer6 em sua comunidade acadêmica, além de oito ex-presidentes americanos e grandes nomes da área de Tecnologia, como Bill Gates e Mark Zuckerberg.

“Harvard proporciona um ambiente acima da média em relação a profissionais que é interessante conhecer. Por ser um centro de excelência bastante tradicional, a universidade recebe estudantes de vários países que, posteriormente, abrem suas empresas. Os professores também estão sempre fazendo algo novo”, afirma Henrique Vaz, ex-aluno do Colégio Etapa, que se formou na universidade com major em Ciências da Computação e minor em Estatística.

A porcentagem de estudantes internacionais gira em torno de 11%, enquanto a taxa de admissão considerando todos os candidatos é de 4,5%. Para estudar em Harvard, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 74 mil por ano, somando alimentação, moradia e tuition and fees.

 

6) Princeton University

Princeton

Princeton University é uma das instituições de ensino superior mais antigas dos Estados Unidos. Fundada em 1746, a universidade está classificada em primeiro lugar no ranking de melhores faculdades americanas, do ranking do jornal U.S. News & World Report.

A instituição, que se chamava College of New Jersey até 1896, recebeu o seu nome atual em homenagem à cidade que a abriga. Sob o lema “a serviço da humanidade”, a universidade é focada em pesquisa e oferece ainda uma formação multidisciplinar. Os estudantes podem explorar mais de 30 programas, distribuídos pelas áreas de Engenharia, Humanidades, Ciências Naturais e Ciências Sociais.

Princeton também é considerada uma referência internacional em Ciências. A universidade já recebeu mais de 1.500 prêmios de financiamento para pesquisa, além de possuir 45 vencedores do Prêmio Nobel e mais de 20 medalhas Fields7 entre seus ex-alunos e professores. Algumas das graduações mais reconhecidas são Ciências Políticas, Engenharia, Filosofia, Física, Matemática e Psicologia.

A instituição também é destaque nos esportes, alcançando a marca de 500 títulos em campeonatos realizados pela Ivy League em 2020. Atualmente, a universidade possui 37 equipes esportivas.

Grandes personalidades também integram a comunidade acadêmica de Princeton, como o matemático americano Alan Turing, considerado o pai da Computação, e o quarto presidente dos Estados Unidos, James Madison, conhecido como o pai da Constituição.

Os estudantes internacionais compõem 11% do corpo de undergraduates. Já a taxa de admissão da universidade considerando todos os candidatos é de 4,4%. Para estudar em Princeton, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 73 mil por ano, somando todas as taxas.

 

7) University of Pennsylvania

University of Pennsylvania

A University of Pennsylvania (UPenn) é uma das nove instituições americanas criadas antes do país deixar de ser uma colônia inglesa. Com as instalações inauguradas em 1740, a universidade foi eleita a quarta melhor dos Estados Unidos pelos rankings do U.S. News & World Report e do Times Higher Education (THE).

A princípio, o edifício seria uma escola de caridade. Porém, em 1751, a instituição foi comprada por um grupo de curadores liderados por Benjamin Franklin, herói da independência americana que veio a ser o primeiro presidente de UPenn. Na época, o diplomata revolucionou o ensino superior com um currículo voltado para o desenvolvimento de líderes para atuarem em empresas e no setor público.

Atualmente, a universidade possui quatro escolas de graduação: Faculdade de Artes e Ciências, Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas, Escola de Enfermagem e a famosa faculdade de negócios, Wharton School. A instituição oferece uma formação interdisciplinar com mais de 90 majors e 80 minors. Entre os cursos mais renomados estão Cinema e Fotografia, Contabilidade e Finanças, Comunicação, Enfermagem e Negócios.

Os estudantes de UPenn também podem desfrutar de 12 espaços culturais, 50 grupos de fraternidade e quase 20 ligas esportivas. A universidade ainda é umas das líderes nacionais em pesquisa, com um investimento de mais de US$ 1 bilhão em Ciências por ano. Sua comunidade acadêmica já conquistou 26 prêmios Nobel, além de contar com personalidades como Elon Musk, diretor executivo de duas grandes empresas de tecnologia automotiva, e Ruth Porat, diretora financeira do Google.

A porcentagem de estudantes internacionais gira em torno de 14%. Já a taxa de admissão considerando todos os candidatos é de 7,4%. Para estudar na University of Pennsylvania, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 73 mil por ano, somando alimentação, moradia e tuition and fees.

 

8) Yale University

Yale

Yale University é a terceira instituição de ensino superior mais antiga dos Estados Unidos. Fundada em 1701, a universidade foi classificada como a terceira melhor do território americano pelo Times Higher Education (THE), realizado em parceria com o Wall Street Journal (WSL).

Até 1716, o seu campus ficava localizado na cidade de Saybrook, em Connecticut. Desde então, a instituição está situada em New Haven, no mesmo estado. Os seus edifícios do século XVIII abrigam mais de 2 mil disciplinas, 90 majors, 500 organizações estudantis e 40 clubes esportivos, além de museus, espaços culturais e a terceira maior biblioteca dos Estados Unidos.

Algumas das graduações de maior destaque são Antropologia e Sociologia, História, Psicologia, Química e Relações Internacionais. Grandes personalidades da área científica, da indústria musical e do cenário político mundial estudaram na instituição, incluindo Meryl Streep, que recebeu três Oscars e mais de 20 indicações ao prêmio, e cinco ex-presidentes dos Estados Unidos.

A universidade também se destaca quando o assunto é Ciências com 120 centros de pesquisas voltados para as áreas de Artes, Humanidades, Ciências Sociais, Medicina e Engenharia. A instituição, que recebe mais de US$ 1 bilhão de investimento por ano, já conquistou mais de 20 prêmios Nobel e 32 prêmios Pulitzer.

Os estudantes internacionais compõem 10% do corpo de undergraduates, e a taxa de admissão da universidade considerando todos os candidatos é de 5,9%. Para estudar em Yale, é necessário um investimento de aproximadamente US$ 72 mil por ano, somando todas as taxas.

 

Como se candidatar para uma universidade da Ivy League?

Depois de conhecer melhor as oito instituições da Ivy League, você pode estar se perguntando como são os seus processos seletivos. “O application8 dessas universidades é bastante parecido com o de outras instituições de ensino superior dos Estados Unidos. O que diferencia o processo de admissão da Ivy League é o fato de suas universidades serem muito seletivas”, afirma Ariel Setton, college counselor do Setor Internacional do Colégio Etapa São Paulo.

Quer saber como fazer a sua candidatura para universidades do exterior? Então confira um passo a passo no infográfico abaixo:

 

como aplicar para universidades do exterior

 

Nos Estados Unidos, as instituições de ensino superior também costumam pedir testes de admissão, como o SAT e o ACT. São provas padronizadas que avaliam o conhecimento e as habilidades de raciocínio dos candidatos em áreas como Matemática e Inglês. “O estudante que consegue acertar 90% das questões nestes exames costuma ser bem-sucedido em sua candidatura”, observa Setton.

“As universidades da Ivy League também costumam pedir essays bastante desafiadoras. Neste momento, o estudante precisa mostrar que tem muito a ver com aquela instituição”, complementa o college counselor do Colégio Etapa.

 

Para quais universidades da Ivy League devo me candidatar?

Em meio a tantas opções excelentes, é comum ter dúvidas sobre quais instituições escolher. Por isso, é importante avaliar o perfil de cada uma. “A primeira questão comum entre essas universidades é a excelência acadêmica. Com certeza, o estudante encontrará uma altíssima qualidade de ensino, muitas oportunidades de pesquisa e possibilidades de fazer excelentes contatos em qualquer uma delas”, explica Ariel Setton.

Além disso, essas instituições oferecem a possibilidade de pleitear uma bolsa de estudos. “Os responsáveis pelo estudante precisam comprovar a necessidade financeira, enviando documentos como imposto de renda e declarações do banco. Após receber essas informações, a universidade vai avaliar o quanto a família pode pagar”, afirma o college counselor do Colégio Etapa.

Porém, como mostrado anteriormente, a taxa de admissão das universidades da Ivy League fica abaixo de 10%. “Por isso, o candidato também deve considerar outras instituições. Há faculdades tão fortes como as deste grupo, mas com taxas de aprovação mais altas”, destaca Setton.

Ademais, o estudante também precisa avaliar se vai se adaptar à região onde ficam essas universidades. “Os invernos no Nordeste americano, onde estão localizadas as instituições da Ivy League, são severos. Então, se o estudante gosta de frio, vai ser uma ótima escolha. Mas, os que preferem um clima mais ameno devem considerar opções localizadas em outras regiões”, observa Setton.

Por último, também é preciso analisar as especificidades de cada universidade. “Columbia está no meio de New York, com um campus bem urbano, enquanto Princeton está em um ambiente totalmente diferente, não tão cosmopolita. Além de avaliar as cidades onde fica cada instituição, o candidato precisa considerar a sua afinidade com a cultura da universidade e se o seu perfil é compatível com o dos estudantes da instituição”, finaliza o college counselor do Etapa.

 

Gostou de conhecer melhor as universidades da Ivy League? Então ajude outros pais a saberem mais sobre estas instituições. Compartilhe este conteúdo em suas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!

 

¹Tuition and fees: pagamento para as universidades americanas pelos serviços educacionais prestados.

2Liberal arts: metodologia de ensino que promove uma formação multidisciplinar.

3Undergraduates: estudantes de graduação das universidades americanas.

4Major: graduação principal cursada em uma universidade dos Estados Unidos.

5Minor: graduação secundária ou adicional cursada em uma universidade dos Estados Unidos.

6Prêmio Pultizer: medalha entregue a profissionais com trabalhos de excelência em Jornalismo, Literatura e composição musical nos Estados Unidos.

7Medalhas Field: medalha internacional para matemáticos de até 40 anos por descobertas importantes na área.

8Application: processo de admissão das universidades americanas.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Por que estudar Engenharia no exterior? Confira as vantagens
Posts relacionados
Por que estudar Engenharia no exterior? Confira as vantagens
Por que estudar Engenharia no exterior? Confira as vantagens
Curso de verão no exterior: o que é e quais são as vantagens
Curso de verão no exterior: o que é e quais são as vantagens
Como fazer faculdade no exterior?
Como fazer faculdade no exterior?

Inscreva-se no Blog

Subscribe to Email Updates