Colégio Etapa Internacional
CONTATO

Filtrar por categoria
Filtrar por categoria

4 motivos que explicam por que vale a pena estudar no Canadá

Oos estudantes brasileiros que têm interesse em estudar no Canadá devem estar atentos a quatro fatores.

Segundo a pesquisa Selo Belta, o Canadá lidera a lista de destinos mais procurados por brasileiros que desejam estudar no exterior desde 2005. A preferência pelo país está ligada a uma série de fatores, incluindo a qualidade acadêmica das instituições de ensino superior canadenses.

Quer saber mais? Então descubra quatro motivos para estudar no Canadá e entenda como você pode ingressar em uma universidade canadense.

 

Por que estudar no Canadá?

1) Qualidade acadêmica:

“Um grande atrativo do país é a excelência do ensino, já que muitas universidades canadenses possuem uma educação de alta qualidade e uma grande influência na comunidade acadêmica mundial, o que contribui para que muitas instituições de ensino superior do país estejam ranqueadas entre as melhores do mundo”, explica Ariel Setton, college counselor do Colégio Etapa.

As listas das 50 melhores instituições de ensino superior do mundo do Times Higher Education (THE) e do QS World University Rankings, por exemplo, contam com três universidades canadenses:

  • University of Toronto (UToronto), que aparece em 18º lugar no THE e na 25ª posição na lista do QS;
  • McGill University, que foi considerada a 31ª e a 40ª melhor universidade do mundo pelo QS World University Rankings e o THE, respectivamente;
  • University of British Columbia (UBC), que aparece em 34º lugar no THE e na 45ª posição na lista do QS.

 

Outras instituições de ensino superior do país também aparecem muito bem colocadas nos rankings mundiais. Confira abaixo uma lista com as dez melhores universidades do país:

Setor Internacional_2020_Infográfico Blog_v3

 

“Além disso, as instituições de ensino superior canadenses têm uma excelente infraestrutura, o que fica nítido quando observamos não só as instalações dos campi, como também os equipamentos utilizados e as tecnologias disponibilizadas nas aulas. Mas a melhor parte de estudar no Canadá é a liberdade que os estudantes têm para cursar matérias de diferentes áreas do conhecimento. Eu já fiz aulas de Administração, Ciência de Dados, Matemática e Psicologia, por exemplo”, conta Pedro Sader, ex-aluno do Colégio Etapa que estuda Ciência da Computação e Negócios na UBC.

“As universidades canadenses também possuem um grande foco em pesquisa, independentemente da área de estudo escolhida. Por isso, as instituições de ensino superior do país são um ambiente ideal para estimular o desenvolvimento acadêmico dos estudantes”, complementa Setton.

 

2) Facilidade para a obtenção de vistos:

Cada vez mais, o Canadá abre suas fronteiras para estudantes brasileiros. Além disso, o país também tem aumentado a procura por mão-de-obra qualificada no exterior, com o objetivo de preencher a alta demanda de empregos em áreas ligadas ao setor de Tecnologia, por exemplo.

Em 2019, mais de 10 mil brasileiros receberam autorização para estudar por mais de seis meses no país. Além disso, outros 4 mil imigrantes do Brasil conseguiram o visto de residência permanente, o que representa um salto de 128% nos dois últimos anos.

“As universidades canadenses têm feito esforços para atrair um número cada vez maior de estrangeiros, incluindo os candidatos brasileiros. Além disso, o Canadá possui uma política imigratória mais liberal em comparação com outros países, oferecendo um caminho simplificado para os estudantes internacionais trabalharem para as empresas canadenses após concluírem os estudos nas instituições de ensino superior locais”, afirma Cristina Tavares, coordenadora do Setor Internacional do Colégio Etapa.

“Eu fui aprovado tanto para universidades americanas quanto para instituições de ensino superior canadenses. E um dos motivos que me fez escolher estudar no Canadá foi justamente a política de aceitação de imigrantes, que também se reflete na diversidade cultural e na flexibilidade legislativa do país. Os estudantes internacionais têm mais liberdade para trabalharem durante a graduação do que nos Estados Unidos, por exemplo”, destaca Sader.

Atualmente, os estrangeiros que estão matriculados em uma universidade canadense podem trabalhar por um período de 20 horas por semana. Caso a oportunidade no mercado de trabalho seja um estágio, os estudantes podem trabalhar por até 40 horas semanais. E, após se formarem, eles podem receber autorização para exercerem atividade remunerada no país por um prazo igual a duração dos seus cursos, no mínimo.

University of Toronto: saiba por que vale a pena estudar no Canadá

University of Toronto

 

3) Processo seletivo simplificado:

“O processo de seleção das universidades canadenses é similar ao application das instituições de ensino superior dos Estados Unidos, com a vantagem de ser mais simples. Além disso, geralmente, o período de inscrições ocorre entre os meses de janeiro e abril, ou seja, após os candidatos terem concluído o Ensino Médio e os processos seletivos das universidades americanas e brasileiras”, destaca Tavares.

Mas os estudantes brasileiros que têm interesse em estudar no Canadá devem estar atentos a quatro fatores para ter sucesso no processo seletivo. “Em primeiro lugar, as universidades vão avaliar o perfil acadêmico dos candidatos. Essa avaliação leva em conta o histórico escolar e as provas padronizadas. Atualmente, a maioria das instituições canadenses de ensino superior têm solicitado a nota dos brasileiros no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como comprovante do desempenho acadêmico”, realça Setton.

“Além disso, a maioria das universidades do Canadá utilizam suas próprias plataformas de candidatura on-line, nas quais os estudantes devem preencher um formulário com informações de cunho acadêmico e pessoal. Apenas as instituições de Ontario, localizada na região centro-leste do país, possuem uma plataforma única: a OUAC", explica Tavares.

“Os candidatos também precisarão fazer uma prova de proficiência no idioma utilizado pelas universidades pretendidas. A maioria das instituições de ensino superior do Canadá utilizam a língua inglesa. Nesses casos, algumas opções de testes de idioma aceitos são o Certificate in Advanced English (CAE), o International English Language Testing System (IELTS), o Pearson Language Tests (PTE) e o Test of English as a Foreign Language (TOEFL)”, informa Setton.

“Mas algumas universidades da província de Quebec são francófonas. Nesses casos, a prova de proficiência em inglês pode ser substituída por exames em francês. Por último, os estudantes devem estar atentos a outras solicitações, como cartas de recomendação, essays¹ e portfólios, que podem ser considerados essenciais para a candidatura ou pré-requisitos para certos cursos ou programas de bolsa”, pontua Tavares.

McGill University: saiba por que vale a pena estudar no Canadá

McGill University

 

4) Valores mais competitivos:

“O custo de uma universidade canadense, incluindo a alimentação, a moradia e os serviços educacionais, fica entre US$ 22.000 e US$ 38.000 por ano. Isso vale tanto para as instituições de ensino privadas quanto as públicas que, ao contrário do Brasil, são pagas, assim como nos Estados Unidos. Contudo, é preciso destacar que as taxas de uma universidade do Canadá são menores que as das instituições americanas, por exemplo”, afirma Tavares.

“Outro ponto de atenção envolve a oferta de bolsas de estudo. Há alguns programas de auxílio financeiro, mas grande parte das universidades canadenses não se compromete a cobrir 100% da necessidade financeira dos candidatos. Em contrapartida, os estudantes brasileiros contam com uma grande oferta de bolsas por mérito”, complementa Tavares.

“Frequentemente as instituições canadenses de ensino superior oferecem bolsas por mérito aos estudantes internacionais, como foi o meu caso. Outra vantagem de estudar no Canadá é que o dólar canadense sempre é cotado abaixo do dólar americano, o que contribuiu para minha decisão, já que os custos com as taxas universitárias seriam menores”, pontua Sader.

 University of British Columbia: saiba por que vale a pena estudar no Canadá

University of British Columbia

 

Confira algumas dicas que podem te ajudar a estudar no Canadá

Agora que você já conhece alguns dos principais motivos que explicam por que vale a pena investir em uma graduação no Canadá, pode estar curioso para saber o que fazer para aumentar suas chances de ser aprovado. E a primeira dica é que você deve começar a se preparar o quanto antes.

“O processo de admissão das universidades canadenses leva em conta a evolução dos candidatos durante os últimos anos na escola. Por isso, a preparação para o application deve começar junto com o Ensino Médio. É importante manter notas altas, estudar para as provas padronizadas e de proficiência e se dedicar a atividades extracurriculares que te entusiasmem e te representem. Além disso, é fundamental trabalhar uma série de competências transversais, como comunicação, criatividade e liderança, para que você possa se apresentar de forma cativante nas suas essays”, sugere Sader.

“Atualmente, a maioria dos estudantes se candidata apenas para as universidades mais famosas do Canadá. Porém, existem outras opções que valem ser consideradas na hora de elaborar sua college list. Por isso, é importante pesquisar quais são as instituições de ensino superior canadenses mais interessantes de acordo com o perfil do candidato”, comenta Setton.

“Por último, vale lembrar que as universidades canadenses podem considerar a nota do Enem ou de algum vestibular brasileiro na hora de avaliar o desempenho acadêmico dos estudantes. As instituições de ensino superior do Canadá não exigem uma nota de corte, como ocorre no Brasil, mas é importante se esforçar para conquistar uma nota alta nessas provas e aumentar as chances de ser aprovado e conquistar uma bolsa , principalmente para os cursos mais concorridos”, reforça Tavares.

 

Gostou dessas dicas sobre como conseguir ser aprovado por uma universidade canadense? Agora que você já entende melhor por que vale a pena estudar no Canadá, deve investir na sua preparação para o application. E o Colégio Etapa pode ajudar você a conseguir a tão sonhada aprovação. Acesse o nosso site e confira como funciona o Setor Internacional e o que os nossos ex-alunos aprovados em universidades do exterior têm a dizer.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

 

¹Essays: redações de cunho autobiográfico que costumam ser exigidas nos processos de admissão de universidades americanas e canadenses.

O que é e como elaborar uma college list?
8 dicas de estudantes aprovados em universidades do exterior
Posts relacionados
Advanced Placement: conheça o currículo americano
Advanced Placement: conheça o currículo americano
Conheça os exames de admissão que são exigidos no application
Conheça os exames de admissão que são exigidos no application
Scholarships: saiba tudo sobre as bolsas por mérito
Scholarships: saiba tudo sobre as bolsas por mérito

Inscreva-se no Blog

Subscribe to Email Updates