Filtre Por Categoria
Filtre por Categorias

Entenda de uma vez por todas como funciona um vestibular

como funciona um vestibular

Ingressar em uma faculdade é um sonho e um desafio de quase todo estudante do Ensino Médio. Por essa razão, é fundamental entender como funciona um vestibular.

Essa prova pode ser feita de várias maneiras, dependendo da instituição de ensino superior. Atualmente, mais de 100 universidades públicas do Brasil utilizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério de admissão. Por isso, o exame passou a ser considerado o maior vestibular do país.

Quer saber mais sobre esse assunto? Neste post você vai entender de uma vez por todas como funciona um vestibular — e isso pode ajudar você a se sair bem nesse momento tão importante. Para isso, continue a leitura!

 

O que é o vestibular?

No Brasil, o vestibular é a prova de seleção que você precisa fazer para conquistar uma vaga no ensino superior. De modo geral, cada instituição lança um edital com informações como os critérios de avaliação dos candidatos, o número de vagas por curso, as competências e os conteúdos exigidos, leituras obrigatórias, prazo para inscrição e pagamento da taxa, data da prova e de divulgação dos resultados.

Embora tenha sido criado pelo Ministério da Educação (MEC) apenas como uma forma de acompanhar a qualidade da educação no país, o Enem passou por várias transformações e, desde 2010, vem sendo usado como uma forma de ingresso em diversas faculdades. Assim como os outros vestibulares, o exame também possuiu um edital, que é divulgado amplamente.

 

Como funciona um vestibular?

Quando o edital de um vestibular é lançado, a universidade já determina datas e horários para a aplicação da prova com todos os candidatos, bem como a taxa de inscrição e possíveis isenções. Confira quais são os tipos mais comuns de vestibular.

 

Fase única

Esse é o tipo de prova utilizado pelo Enem e pelas universidades particulares mais renomadas do país. Dependendo da instituição, o vestibular pode ser realizado em até três dias. No geral, a fase única conta com questões de múltipla escolha que contemplam todas as disciplinas básicas do Ensino Médio e uma redação. Porém, alguns processos de seleção também incluem questões analítico-expositivas.

 

Duas fases

Esse é o principal sistema de seleção escolhido pelos grandes vestibulares do país, como a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Universidade de Brasília (UnB). Na primeira fase, que é eliminatória, os candidatos realizam testes de conhecimentos gerais, respondendo a questões de múltipla escolha que contemplam todas as disciplinas básicas do Ensino Médio.

Já na segunda fase, que pode ser realizada em um ou mais dias, os classificados respondem questões analítico-expositivas de disciplinas pré-determinadas conforme o curso pretendido. Os estudantes também precisam escrever uma redação, cuja proposta e temática varia de acordo com cada universidade.

 

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi desenvolvido pelo MEC para selecionar os estudantes com interesse em cursar uma graduação na rede pública de ensino superior do Brasil. Para se inscrever, é necessário ter feito a última edição do Enem e não ter zerado a redação do exame.

Ao se inscrever, o candidato escolhe duas opções de curso em qualquer instituição de ensino superior disponível no sistema. Ao longo do período de inscrição, é preciso ficar atento às atualizações diárias da nota de corte das opções escolhidas, que é a pontuação mínima para ser aprovado. É possível trocar as opções de graduação antes do fim do prazo de inscrição, optando por uma universidade na qual as chances de ser classificado são maiores.

 

Quais são os tipos de provas?

Um aspecto fundamental sobre como funciona um vestibular se refere ao formato do exame em si. Por isso, entenda quais são os tipos de provas mais comuns utilizados pelas universidades para selecionar novos estudantes.

 

Prova de múltipla escolha

Esse tipo de prova consiste em questões que apresentam múltiplas alternativas de resposta. Neste caso, o estudante precisa escolher uma das opções. A princípio, esse modelo de prova pode parecer simples, mas é preciso ler os enunciados com muita atenção, pois algumas respostas trazem informações que até são verdadeiras, mas não condizem com a pergunta que foi feita.

 

Prova analítico-expositiva

A maioria dos vestibulares traz questões de múltipla escolha, mas as analítico-expositivas ou dissertativas — perguntas que devem ser respondidas a partir da análise das informações disponíveis e de uma exposição que atenda ao que pede o enunciado — também podem fazer parte do processo seletivo. Neste caso, é imprescindível ficar atento ao que o enunciado pede para desenvolver a resposta adequadamente. Também espera-se que o texto seja claro, objetivo e bem-embasado, além de atender as normas cultas da língua portuguesa no que diz respeito à linguagem, gramática e ortografia.

 

Redação

Essa prova, que é comum na maioria dos vestibulares e uma parte indispensável do Enem, traz uma proposta de texto que deve ser desenvolvida pelos candidatos. E, para obter uma boa nota, é preciso elaborar o texto de acordo com o tema proposto, considerando a coesão, a coerência, além da qualidade gramatical e vocabular.

O Enem e a maioria dos vestibulares costumam pedir textos dissertativos – com introdução, desenvolvimento e conclusão —, mas existem outros tipos de redação que podem ser solicitados. A carta, o artigo de opinião e a narração são alguns exemplos. Então você deve observar o que o edital do exame especifica em relação ao gênero textual e praticar para desenvolver uma excelente redação.

 

Qual é a diferença entre os processos seletivos de faculdades públicas, privadas e internacionais?

Além de estudar muito para se sair bem em qualquer tipo de prova, você deve conhecer as formas de ingresso em instituições públicas, particulares e internacionais. Assim, você decide qual é o seu foco e determina como deve ser a sua preparação durante o período pré-vestibular.

Atualmente, há duas formas mais comuns para o ingresso em universidade pública: a nota do Enem ou o vestibular próprio. Nesse segundo caso, existem outras maneiras de realizar esse processo seletivo, além dos exames de uma ou duas fases, como o vestibular seriado, que tem sido cada vez menos utilizado devido ao aumento do uso da nota do Enem por essas instituições.

No vestibular seriado, o processo seletivo é aplicado em etapas ao longo de três anos. E esta é uma ótima opção para estudantes que ainda estão no Ensino Médio, pois oferece a oportunidade de testar os conhecimentos ao fim de cada ano letivo e de identificar os pontos que precisam ser melhorados antes da fase seguinte.

Já nas faculdades particulares, existe a opção de realizar um vestibular agendado. A instituição disponibiliza várias datas e horários, de modo que o estudante tem a possibilidade de escolher o momento mais conveniente para fazer a prova. Essa modalidade é ideal para quem precisa conciliar o exame com outros compromissos, como trabalho ou até mesmo outros processos seletivos.

Além da flexibilidade de horários, esse modelo tem a vantagem de apresentar o resultado com mais rapidez, uma vez que a prova pode ser feita pelo computador. Contudo, não pense que isso tira a credibilidade do processo — normalmente, o vestibular agendado é realizado na própria instituição e com supervisão.

Ainda que as faculdades particulares promovam os próprios vestibulares, a nota do Enem é cada vez mais aceita. Algumas universidades internacionais também utilizam o desempenho no exame como critério de seleção. Entretanto, o processo de admissão da maioria das instituições do exterior inclui outras etapas, como avaliação do histórico escolar e testes de proficiência no idioma em que as aulas serão ministradas.

Os órgãos oficiais dedicados a ajudar estudantes estrangeiros são ótimas fontes de consulta. E você também pode se informar sobre o processo de admissão em universidades internacionais por meio do nosso Blog Internacional.

 

Agora que você já sabe como funciona um vestibular, dedique-se bastante aos estudos e conquiste a sua vaga no curso superior que você deseja.

Você tem amigos que também estão se preparando para o vestibular? Então compartilhe o link deste artigo nas suas redes sociais e os ajude a entender melhor como funciona diferentes processos de seleção!

 

Conheça mais o Curso Etapa

 

5 passos para controlar o estresse pré-vestibular
Saiba o que fazer quando não passar no vestibular
Posts relacionados
Saiba como estudar atualidades para o Enem
Saiba como estudar atualidades para o Enem
Como fazer um plano de estudos: 5 passos para o sucesso
Como fazer um plano de estudos: 5 passos para o sucesso
Como organizar a rotina de estudos com o ensino a distância
Como organizar a rotina de estudos com o ensino a distância

Comment

Cadastre-se no Blog

Cadastre-se no blog