<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=277882379290217&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Filtre Por Categoria
Filtre por Categorias

Estudar ou aproveitar as festas de fim de ano?

Saiba como você pode conciliar os estudos com as festas de fim de ano.

Os meses de dezembro e de janeiro são marcados por uma série de celebrações, como colações de grau, festas de formatura, confraternizações de fim de ano das empresas e, é claro, o Natal e o Réveillon. Trata-se do encerramento de mais um ciclo e a chegada de uma nova etapa! Para os vestibulandos, porém, esse momento de descontração ocorre em meio a um período de estresse pré-vestibular.

Isso porque os exames que contam com duas fases tendem a aplicar a segunda parte das provas no início do ano. É o caso da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), por exemplo, que realizarão suas segundas fases em janeiro de 2022.

Pensando nisso, muitos candidatos ficam em dúvida sobre o que fazer em meio às festas de fim de ano. A resposta está no equilíbrio! Saiba mais a seguir!

 

Por que os estudantes devem seguir suas rotinas de estudos durante as festas de fim de ano?

A preparação para os vestibulares só deve terminar após os candidatos realizarem o último exame. Por isso, é fundamental que os vestibulandos mantenham o ritmo de estudos, levando em conta as especificidades das provas de segunda fase que irão prestar.

“As semanas que antecedem essa parte dos vestibulares podem ser bastante valiosas para os estudantes. Eles podem aproveitar o período para fazer uma revisão especial para a segunda fase, por exemplo. Isso porque essa etapa conta com questões dissertativas, cujo nível de complexidade é maior”, explica Edmilson Motta, coordenador-geral do Grupo Etapa.

“Sem falar que a segunda parte dos exames também pode abordar alguns tópicos que não costumam ser cobrados na etapa anterior, uma vez que as provas desta fase variam de acordo com as disciplinas específicas da carreira selecionada pelos candidatos, o que as torna mais exigentes em termos de conteúdo”, completa Motta.

 

Como conciliar os estudos com as festas de fim de ano?

Agora que você já sabe por que deve manter o ritmo de estudos na reta final, pode estar em dúvida se deve deixar de aproveitar as festas de fim de ano.

“As comemorações de Natal e de Ano Novo têm todo um contexto social e familiar, já que são datas especiais, muito valorizadas por toda a comunidade. Logo, os estudantes devem conversar com parentes e amigos sobre eles estarem na reta final dos vestibulares e que, por isso, essas celebrações não são uma prioridade no momento”, afirma Motta.

“Isso não significa que os vestibulandos não possam aproveitar essas comemorações, mas sim que esses eventos não devem interferir no ritmo de estudos. Nesse sentido, os candidatos podem participar normalmente das festas de fim de ano, desde que essas celebrações não envolvam viagens que durem todo ou boa parte desse período, por exemplo. Isso porque, dificilmente, eles conseguirão adaptar toda a rotina de estudos a uma viagem de férias”, complementa Motta.

 

 

“Por outro lado, os estudantes podem participar de celebrações menores. Eles podem reservar, por exemplo, os dias 24, 25 e 31 de dezembro, além de 1º de janeiro, para descansar e curtir as festividades com a família e os amigos, tendo em mente que é uma excepcionalidade, diante de um período atípico do ano. Assim, eles não ficarão frustrados em não conseguir estudar nessas datas, o que, de fato, é bastante complicado de ser feito”, sugere Motta.

“Vale destacar que esses momentos de celebração poderão ajudar os estudantes a relaxar e a se sentirem mais motivados. Isso porque o contato com a família e os amigos faz com que os vestibulandos se sintam queridos. Sem falar que, com a colaboração de todos, eles conseguirão conciliar os estudos com as festas de fim de ano de uma forma mais fácil”, analisa Motta.

“Os vestibulandos podem aproveitar o período de festividades para ler alguma obra obrigatória da Fuvest, que tem perguntas bastante específicas sobre essas leituras na segunda fase. Além disso, eles podem fazer uma revisão, considerando os conteúdos que costumam cair nas segundas fases dos vestibulares que irão prestar e as tendências apontadas na primeira fase”, conclui Motta.

 

Gostou dessas dicas sobre como conciliar os estudos com o Natal e o Ano Novo? O Curso Etapa oferece apoio total aos alunos durante toda a preparação para os vestibulares, como simulados específicos para cada exame, por exemplo, que contam com questões oficiais e originais, selecionadas de acordo com as tendências para a próxima edição dessas provas.

Nosso cursinho pré-vestibular ainda disponibiliza os Simulados Abertos, uma oportunidade que estudantes de todo o Brasil têm para treinar para os principais vestibulares do país de forma totalmente on-line e gratuita.

Quer saber mais? Entre os dias 11 e 15 de janeiro, o Curso Etapa realizará uma edição especial dos Simulados Abertos para a segunda fase da Fuvest! Inscreva-se agora mesmo e chegue mais preparado no dia do exame!

 

New call-to-action

O que é nota de corte e como ela é aplicada nos vestibulares
Qual é a importância do lazer para a rotina de estudos?
Posts relacionados
Por que você deve se dedicar a aprender os conceitos matemáticos?
Por que você deve se dedicar a aprender os conceitos matemáticos?
5 dicas para criar e manter uma rotina de estudos
5 dicas para criar e manter uma rotina de estudos
Provas anteriores: por que e como utilizá-las para estudar
Provas anteriores: por que e como utilizá-las para estudar

Comment

Cadastre-se no Blog

Cadastre-se no blog