Filtrar por Categoria
Filtrar por categoria

A importância da musicalização na Educação Infantil

Entenda como a musicalização na educação infantil pode contribuir para o aprendizado do seu filho.

As linguagens artísticas podem ser uma excelente ferramenta para a educação das crianças, visto que estimulam o aprendizado e o desenvolvimento infantil. E uma das manifestações culturais que mais se destacam é a música. Isso porque essa é uma das práticas artísticas mais presentes no cotidiano da sociedade.

“Desde a infância, as pessoas que fazem parte dos nossos círculos sociais nos apresentam algumas referências musicais, ao ouvirem e cantarem suas músicas preferidas. Por isso, é possível encontrar estudantes das séries iniciais que conhecem clássicos do rock, do samba e da Música Popular Brasileira (MPB), por exemplo. Isso ocorre, principalmente, por influência dos pais, que possuem um papel de destaque na formação da identidade musical das crianças”, explica Samuel de Pontes, professor de Música do Colégio Etapa.

Se as situações corriqueiras do dia a dia dos estudantes podem influenciar suas preferências musicais, a presença da música nas escolas vai além. Quer saber mais? Então continue a leitura para entender o que é educação musical, como a música é trabalhada no cotidiano escolar das crianças e qual é a importância da musicalização na Educação Infantil.

 

Afinal, o que é educação musical?

Em resumo, a educação musical é uma forma de ensinar as crianças a se expressarem por meio da fala, da escrita e da leitura. Por meio da música e do seu vasto universo, que inclui diferentes sons e instrumentos musicais, os estudantes desenvolvem as competências intelectuais e socioemocionais necessárias para exteriorizarem seus conhecimentos, opiniões e sentimentos.

Além disso, esse tipo de ensino é uma maneira de despertar o conhecimento de forma lúdica, o que leva as crianças a se desenvolverem integralmente. Desse modo, a educação musical não se restringe apenas a aulas de canto e de instrumentos musicais. A musicalização também inclui o uso da música como uma ferramenta de ensino das matérias regulares.

Isso é possível graças à existência de uma estratégia pedagógica e de uma metodologia por trás da educação musical. “O processo de aprendizagem das crianças ocorre de forma direta e indireta, pois elas aprendem com o que lhes é ensinado, pelo que ouvem e, principalmente, pelos exemplos que observam à sua volta. Isso permite que professores de diferentes disciplinas abordem variados temas nos quais os estudantes aprendem cantando, dançando, escutando, improvisando e até tocando algum instrumento”, afirma Maurício Paixão, professor de Música do Colégio Etapa.

 

Como a musicalização é trabalhada na Educação Infantil?

“Primeiramente, a educação musical pode ser trabalhada tanto na língua nativa dos estudantes quanto em outros idiomas, a partir de diferentes sons, músicas, instrumentos e linguagens. Desse modo, as crianças aprendem a expressarem seus pensamentos e desenvolvem um repertório de conhecimentos, vivências e músicas preferidas, o que contribui para a troca de aprendizados, a formação infantil e uma participação ativa em sala de aula”, destaca Denise Santos, coordenadora da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I do Colégio Etapa Valinhos.

“Isso porque a musicalização ajuda as crianças a terem condições de entenderem e interpretarem o que escutam à sua volta de outra maneira. Afirmações como “essa música é mais rápida do que a outra”, “o som da minha campainha é mais suave do que a do meu colega”, “a batida no tambor é mais forte que o tic-tac do relógio” demonstram que as crianças compreendem e sabem diferenciar músicas e sons, o que contribui para a formação dos sentidos”, complementa Luciana Catarina, professora de Música do Colégio Etapa.

“Ademais, ao passarem pelo processo de musicalização, as crianças conseguem identificar pistas sonoras que lhes proporcionam uma apreciação musical mais elaborada, de modo que consigam identificar ritmos, entender as particularidades que o universo sonoro oferece e, ainda, diferenciar as linhas melódicas, as relações e os diálogos entre os instrumentos. Desse modo, as crianças são estimuladas a desenvolverem um pensamento analítico, não só com a música, mas também em relação ao mundo”, conclui Pontes.

 

Qual é a importância da música na Educação Infantil?

Algumas respostas a essa pergunta podem ser encontradas nos tópicos anteriores, visto que, ao explicarmos o que é educação musical e como ela é trabalhada no primeiro ciclo escolar, nós apresentamos alguns dos seus benefícios. E o desenvolvimento infantil aparece como a principal vantagem da musicalização. Contudo, é possível ir além, uma vez que ela contribui para a formação global das crianças.

“As experiências musicais, principalmente na Educação Infantil, período de formação do sistema nervoso central e do sistema neuropsicomotor, influenciam o desenvolvimento de habilidades corporais, tendo em vista que as crianças são estimuladas a manusearam diferentes instrumentos e objetos. Além disso, os estudantes também são influenciados a realizarem movimentos coordenados e ampliarem seus repertórios gestuais, graças às atividades que envolvem situações cooperativas”, destaca Paixão.

“Os professores também podem utilizar as aulas de musicalização para estimularem a percepção do ritmo, a pulsação das músicas e a criação dos próprios registros sonoros a partir de atividades que envolvam a atribuição de sons e de movimentos a símbolos específicos, a construção de partituras e a reprodução de sons com instrumentos, objetos sonoros ou emitidos pelo próprio corpo. Desse modo, a educação musical contribui para o desenvolvimento motor e a alfabetização das crianças”, afirma Catarina.

“Por meio da apreciação e do estímulo musical, as habilidades de atenção, concentração e observação também são desafiadas e treinadas pelo cérebro, o que contribui para o aprimoramento das conexões cerebrais, a assimilação dos conteúdos e, consequentemente, o aumento do repertório de conhecimento dos estudantes. Além disso, a musicalização na Educação Infantil contribui para o aumento do repertório de linguagens e da noção sobre o próprio corpo e o do outro, de forma a desenvolver um respeito mútuo”, explica Santos.

“Ademais, a educação musical infantil também contribui para a valorização de diferentes culturas e manifestações culturais, o estímulo à apreciação histórica e literária de cada local e ensina as crianças a respeitarem o outro e conviverem com as diferenças”, finaliza Santos.

 

Gostou de saber mais sobre a musicalização na Educação Infantil? Então compartilhe esse conteúdo em suas redes sociais para que outros pais também conheçam os benefícios da educação musical na infância. O Colégio Etapa está no Facebook, no Instagram e no Youtube!

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

5 dicas que vão te ajudar na reta final para os vestibulares
O que é e qual é a importância da tecnologia educacional?
Posts relacionados
Os benefícios da educação empreendedora para os jovens
Os benefícios da educação empreendedora para os jovens
Qual é a importância da literatura infantojuvenil?
Qual é a importância da literatura infantojuvenil?
O que é e qual é a importância da tecnologia educacional?
O que é e qual é a importância da tecnologia educacional?

Inscreva-se no blog

Inscreva-se no blog