MATRÍCULAS

Receba informações

Internacional

Colégio Etapa realiza Semana dos Aprovados Internacionais

Por Colégio Etapa em 10/08/2020
A Semana dos Aprovados Internacionais foi realizada virtualmente entre os dias 20 e 23 de julho.

O Colégio Etapa realizou mais uma edição da Semana dos Aprovados Internacionais. O evento, considerado um dos mais importantes do calendário do Setor Internacional, foi realizado virtualmente entre os dias 20 e 23 de julho.

Durante as apresentações, os ex-alunos do Colégio Etapa que foram aprovados nas principais instituições de ensino superior do mundo compartilharam experiências com os estudantes que pretendem seguir o mesmo caminho em 2021. Este ano, a novidade do evento foi a realização de painéis divididos por áreas: Biológicas; Ciências e Tecnologia; Humanas e Artes.

 

Confira o que disseram alguns dos convidados da Semana dos Aprovados Internacionais:

Sobre a importância das atividades extracurriculares

“Existe uma crença que as olimpíadas científicas são a única forma de garantir a aprovação em universidades do exterior, o que desencoraja os estudantes que não participam desses torneios. Porém, assim como os candidatos são diferentes entre si, cada universidade tem o seu perfil”, comenta Matheus Saraiva de Morais, aprovado no curso de Ciências Biológicas da University of Toronto.

“Algumas instituições internacionais de ensino superior priorizam o histórico escolar, os interesses pessoais e outras aptidões, além dos conhecimentos científicos. Por isso, a minha dica é focar as universidades que têm mais a ver com o seu perfil para que você tenha mais chances de aprovação”, completa Morais.

“Eu me inscrevi em cursos de verão no Brasil e no Canadá, que permitiram que eu adquirisse conhecimento suficiente para participar de projetos de iniciação científica ainda no Ensino Médio. Experiências como essa colocam o candidato à frente dos concorrentes nos processos de seleção das universidades”, destaca Maria Luísa Vieira Parada, aprovada nos cursos de Engenharia Mecânica e Aeroespacial da Princeton University.

“Além disso, é importante conciliar as atividades científicas e as humanísticas, não só porque as instituições internacionais de ensino superior valorizam os candidatos que têm uma formação completa, mas também para que o estudante possa se distrair nos intervalos da preparação durante uma sessão de fotografia ou analisando uma obra literária, por exemplo. Para mim, as atividades extracurriculares fizeram toda a diferença”, completa Amanda Angeloni Souza, aprovada no curso de Engenharia Aeroespacial da Penn State University.

Na Semana dos Aprovados Internacionais, ex-alunos compartilham experiências nos processos de seleção

Da esq. para a dir.: Vitor Marconi, college counselor do Setor Internacional do Colégio Etapa; e os aprovados Grace Durkin, Gabriel Cruz, Matheus Morais, Nathalia Soares e Amira Ghattas. 

 

Sobre os processos de seleção

“Gostei muito da experiência de escrever as essays¹, porque elas exigem uma compreensão madura de quem somos e de onde queremos chegar. Para redigir uma boa essay, o candidato precisa refletir sobre essas questões para transmitir as ideias de maneira convincente, utilizando diferentes abordagens e fazendo correlações com as atividades que ele realizou durante o Ensino Médio”, comenta Nathalia Andeloce Vasconcelos Soares, aprovada no curso de Ciências Biológicas da University of British Columbia.

“Algumas universidades também realizam entrevistas, presenciais ou remotas, que exigem muito preparo. Além das tradicionais perguntas sobre o perfil do candidato, os entrevistadores também podem fazer uma prova oral para testar seus conhecimentos sobre a carreira de interesse. Por isso, é importante pesquisar se as instituições contam com essa etapa para que ele possa se preparar com calma e ter sucesso”, destaca Rafael José Silva Coelho, aprovado no curso de Engenharia de Produção da Northwestern University.

“Eu tenho duas dicas para que o estudante possa definir a melhor opção entre as milhares de universidades americanas. A primeira dica é: pesquise as principais instituições de ensino superior de acordo com a carreira pretendida e seja flexível, pois aquelas que são mais conhecidas no Brasil nem sempre oferecerão um curso de graduação alinhado aos seus interesses profissionais”, sugere Flora Lyz Ferrari Frank, aprovada no curso de Animação da University of Southern California (USC).

“A segunda dica é: eleja prioridades. O que é mais relevante para você? O nível de especialização do curso? A localização da universidade? A bolsa oferecida pela instituição? Considerando todos esses fatores, você conseguirá estabelecer um recorte e elaborar uma college list² mais assertiva, aumentando suas chances de aprovação”, conclui Frank.

¹Essays: redações exigidas nos processos de seleção das universidades do Canadá e dos Estados Unidos.

²College list: lista de universidades para as quais o estudante irá se candidatar.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades