<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=277882379290217&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Colégio Etapa Internacional
CONTATO

Filtrar por categoria
Filtrar por categoria

Personal statement: o que é e como escrever?

Uma das etapas dos processos seletivos de universidades internacionais é o personal statement, capaz de diferenciar você dos demais candidatos. Conheça essa etapa e saiba como elaborar uma redação que aproxime você da aprovação!

Os processos seletivos das universidades do exterior são bastante diferentes dos realizados pelas instituições brasileiras. Para a maioria das universidades nacionais, o critério de seleção é a nota do vestibular, que costuma compreender questões de múltipla escolha, uma redação e, eventualmente, questões discursivas.

Quando analisamos o cenário internacional, os critérios de seleção são outros. Além da performance em provas específicas, também podem ser avaliados quesitos como desempenho escolar, atividades extracurriculares, participação em classes avançadas — como o Advanced Placement —, redações e muito mais.

O personal statement é um dos componentes do processo de aplicação em universidades estrangeiras que pode gerar certo estranhamento para os estudantes brasileiros. Muitas vezes, ele é obrigatório nos processos de universidades dos Estados Unidos, do Reino Unido e de outros países.

Neste artigo vamos explicar:

Continue a leitura e saiba mais!

O que é o personal statement?

O personal statement trata-se de uma redação para expressar experiências do candidato e uma visão mais profunda de sua personalidade, além de motivações, experiências e objetivos, que não podem ser aferidos pelo currículo escolar. Dessa forma, é possível destacar essas características para aumentar suas chances de conquistar sua vaga na universidade internacional escolhida.

Por que o personal statement é importante?

Ao escrever um bom personal statement você aumenta suas chances para chamar a atenção dos avaliadores e ser lembrado entre todos os outros concorrentes.

Essa redação pode conferir muito destaque a uma candidatura, afinal, as instituições recebem todos os anos milhares de aplicações e muitas delas envolvem boas notas. Portanto, é preciso demonstrar algum diferencial.

Diferenças entre o personal statement norte-americano e o britânico

O personal statement exigido nas candidaturas às universidades norte-americanas se diferencia do personal statement para as instituições britânicas em alguns pontos.

O primeiro diferencial se refere à plataforma usada nos processos de seleção. No caso das instituições dos Estados Unidos, a maioria usa a plataforma Common App. Já no Reino Unido, a plataforma mais comum é a UCAS (Universities and Colleges Admissions Service).

O Common App oferece aos estudantes sete opções de prompts para composição do personal statement e os candidatos devem escolher apenas uma para responder. O texto deve ser escrito em formato narrativo, em primeira pessoa, de forma não-ficcional. Nesta plataforma, a redação deve respeitar o limite mínimo de 400 palavras e não pode ultrapassar a máximo de 650 palavras.

Além disso, as candidaturas às universidades dos Estados Unidos se caracterizam por ser um processo holístico, em que são avaliadas não só as notas e performances acadêmicas do estudante, mas também seu perfil pessoal.

“No caso do personal statement para as universidades americanas, a ideia é que o candidato reflita sobre alguma experiência ou vivência que tenha impactado sua vida e que demonstre que ele está pronto para entrar na comunidade acadêmica e que irá contribuir para a universidade”, explica Maíra Andrade, college counselor do Colégio Etapa.

Já para as universidades britânicas que utilizam a plataforma UCAS, o personal statement também deve ser feito em formato narrativo, em primeira pessoa, mas com um limite máximo de 4000 caracteres.

Outra diferença do processo de candidatura das instituições do Reino Unido é que, ao invés de o candidato contar algo mais pessoal sobre sua vida, ele deve destacar seu histórico acadêmico, a fim de demonstrar preparo para o curso para o qual pretende se candidatar.

“O personal statement britânico é mais objetivo e acadêmico. Neste texto, o estudante deve apresentar algo que fez durante a escola que se relaciona com a preparação para estudar na universidade e também como ele se preparou fora da sala de aula, indo atrás de leituras complementares, por exemplo. O candidato pode citar participações em olimpíadas científicas, aulas de preparação para olimpíadas científicas, se realizou o currículo AP, entre outros pontos”, menciona Andrade.

Como escrever o personal statement?

Tendo em vista sua importância, é fundamental que você conheça a forma de escrever um bom personal statement, capaz de capturar a atenção dos avaliadores. Por isso, reunimos algumas boas práticas para treinar a escrita dessa redação:

Informações essenciais

As informações essenciais para o personal statement também variam entre as candidaturas para as universidades norte-americanas e as britânicas.

No caso das instituições dos Estados Unidos, o personal statement é um espaço para o candidato falar sobre algum assunto que ele considera importante em sua vida e que revele traços de sua personalidade que podem ser interessantes para a universidade. Por exemplo:

  •    Uma conquista do estudante considerada especial;
  •    Uma experiência que se destaca em sua vida;
  •    Uma viagem que marcou sua memória e o motivo;
  •   Um hobby que o candidato tenha e que contribua para seu amadurecimento.

Já para as universidades britânicas, o estudante pode abordar assuntos acadêmicos de sua formação que se relacionam com o curso pretendido, por exemplo:

  •    Quais habilidades específicas não foram apresentadas em outras oportunidades;
  •    Quais competências o candidato possui que demonstram aptidão para cursar a graduação escolhida;
  •    Se o estudante possui alguma experiência de trabalho.

Adequação e coesão

Apesar de ser um texto narrativo em primeira pessoa, é preciso lembrar que o personal statement é uma redação. Portanto, tenha em mente a adequação à proposta e elementos de qualidade textual, como coesão, coerência e gramática. Tudo isso será avaliado junto ao conteúdo.

Abertura do texto

Como dissemos anteriormente, os avaliadores das universidades internacionais recebem muitas aplicações de estudantes todos os anos. Desse modo, é interessante trabalhar a capacidade de escrever uma boa abertura do personal statement para chamar a atenção nas primeiras linhas do texto. Algumas dicas são:

  • Seja objetivo;
  • Fuja de clichês e dê espaço para expressões mais autênticas sobre quem você é;
  • Demonstre entusiasmo;
  • Destaque seu conhecimento.

Originalidade

Trabalhe as informações principais de sua vida pessoal e acadêmica de maneira a transparecer sua essência e originalidade. O personal statement é o momento de se diferenciar dos demais candidatos, por isso, não perca de vista o objetivo de ser conhecido pelos avaliadores e deixar uma ótima impressão.

Finalização

Uma dica interessante para finalizar a redação é criar uma conexão com o começo, reforçando todos os pontos positivos trazidos no desenvolvimento do texto, seguindo o mesmo entusiasmo do início do personal statement.

Suporte acadêmico

Uma boa opção para quem deseja escrever um bom personal statement é estudar em uma instituição de ensino que ofereça todo o suporte para candidaturas a universidades internacionais.

O Colégio Etapa aprova seus alunos em instituições de ensino superior estrangeiras desde 1998. O Setor Internacional do Colégio oferece orientação e preparação em todas as etapas dos processos seletivos para diversas universidades internacionais. Atualmente, o Colégio Etapa é a escola brasileira que mais aprova no exterior.

Se você quer contar com uma equipe pedagógica especializada para orientação em todos os desafios da candidatura para uma graduação no exterior, conheça o Colégio Etapa Internacional e tenha todo o suporte na sua jornada!

Nova call to action

 

Como é estudar nos Estados Unidos? Confira 8 curiosidades
Personal statement: o que é e como escrever?
Posts relacionados
Como é estudar nos Estados Unidos? Confira 8 curiosidades
Como é estudar nos Estados Unidos? Confira 8 curiosidades
4 motivos que explicam por que vale a pena estudar na China
4 motivos que explicam por que vale a pena estudar na China
Quais são os principais tipos de summer program?
Quais são os principais tipos de summer program?

Inscreva-se no Blog

Subscribe to Email Updates