<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=277882379290217&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Filtre Por Categoria
Filtre por Categorias

5 técnicas de memorização que podem ajudar você no vestibular

Conheça cinco formas de fortalecer a absorção de conhecimento por meio de técnicas de memorização que te ajudarão na preparação para o vestibular!

Ao se preparar para os vestibulares, os estudantes precisam aprender um grande volume de conteúdo que contempla diversas áreas do conhecimento. Para otimizar esse processo, existem algumas técnicas de memorização que podem ser incorporadas à rotina de estudos

Interessou-se pelo assunto? Então continue a leitura para descobrir:

  • Como as técnicas de memorização podem fortalecer o seu aprendizado;
  • 5 técnicas de memorização que você pode adotar ao se preparar para os vestibulares.

    Como as técnicas de memorização podem auxiliar no aprendizado?

    A formação de memória está intimamente conectada ao processo de aprendizado. Quando você enfrenta uma situação diversas vezes, a tendência é lembrar-se dela. Portanto, ao fazer uso contínuo de uma noção ou assunto específico, gravamos os seus significados em nossas lembranças.

    “Muitas pessoas confundem memorizar com decorar, mas o segundo termo, na verdade, diz respeito a uma memorização sem significado, e as memórias sem significado são mais frágeis”, afirma Edmilson Motta, coordenador pedagógico do Colégio Etapa. 

    Dessa forma, as técnicas de memorização são métodos de estudo, e, para que o processo de aprendizagem seja mais efetivo, os vestibulandos devem encontrar aqueles que mais se adequam ao seu perfil.


    Conheça 5 técnicas de memorização para o vestibular 

    Antes de aplicar as técnicas de memorização nos seus estudos, é essencial saber que as disciplinas têm características diferentes; portanto, algumas estratégias são mais efetivas para certas áreas do que para outras. A seguir, listamos cinco métodos que ajudarão você a se preparar para o vestibular!


    1) Realize revisões e resolva exercícios

    Nosso cérebro precisa de treino para conseguir se lembrar das informações que são realmente necessárias. De acordo com a Teoria da Curva do Esquecimento, desenvolvida pelo psicólogo Hermann Ebbinghaus, esquecemos muito rápido aquilo que aprendemos se tivermos apenas um contato com o conteúdo. 

    Contudo, sempre que fazemos uma revisão, a retenção do conhecimento aumenta. Isso acontece porque a curva de esquecimento recomeça e demora mais tempo para entrar em ação sempre que temos um novo contato com o mesmo assunto. 

    Algo parecido acontece quando resolvemos exercícios: quanto mais aplicamos uma fórmula matemática, por exemplo, mais a fixamos em nossa memória. “Nas disciplinas Exatas, os exercícios são muito importantes para que os estudantes percebam certas aplicações. Se pensarmos de uma forma mais elementar, a repetição das fórmulas fortalece a lembrança, de modo que saber o enunciado dos teoremas deixa de ser um desafio”, explica o coordenador pedagógico.


    2) Faça flashcards e resumos

    Técnicas úteis para as disciplinas discursivas, como Biologia, Humanidades e Linguagens, incluem o uso de flashcards e resumos. 

    Os vestibulandos podem testar seus conhecimentos por meio de cartões que trazem perguntas ou vocábulos na frente e suas respostas ou definições no verso. Ao separar os flashcards de acordo com os acertos e erros, é possível identificar quais temas devem ser revisados com mais frequência e que necessitam de mais atenção. 

    Os resumos, por sua vez, fortalecem a fixação dos conceitos na memória, especialmente quando feitos à mão. De acordo com um estudo publicado por pesquisadores da Princeton University e da University of California, os estudantes que fazem anotações ou resumos no papel absorvem melhor o conteúdo do que aqueles que utilizam o computador.


    3) Crie mapas mentais 

    Os mapas mentais são uma ferramenta poderosa para relacionar conteúdos, pois eles permitem que os vestibulandos associem conceitos novos a assuntos que já dominam. Assim, é possível aprender de forma contextualizada, o que é especialmente útil para vestibulares com questões discursivas.

    Esses recursos são criados por meio da ligação lógica de conceitos ou de uma cadeia de acontecimentos. Um mapa sobre a Segunda Guerra Mundial, por exemplo, pode apresentar todos os fatos que culminaram nesse evento, oferecendo uma visão geral desse período histórico. Além disso, os mapas mentais estimulam a memória visual e permitem que os estudantes explorem diferentes caminhos para fixar o conteúdo.


    4) Explique o que você estudou

    O Método Feynman é outra técnica de aprendizado bastante eficiente para disciplinas discursivas. Ele consiste em ensinar o conteúdo que você quer memorizar a alguém, como um amigo ou um familiar. Isso permite que os estudantes identifiquem as próprias lacunas de compreensão e possam se dedicar mais a esses tópicos.

    Além de servir como um guia para nortear os estudos, esse método ajuda os vestibulandos a mensurar seus avanços: quando eles forem capazes de explicar para alguém um conceito por completo, sem levantar dúvidas ou incertezas, terão dominado o conteúdo.


    5) Utilize métodos mnemônicos 

    Alguns exemplos de técnicas mnemônicas são frases, músicas ou poesias que podem ser relacionadas às informações que se deseja memorizar, sendo muito úteis em situações específicas.

    “Esse método é muito adotado para lembrar quais elementos compõem cada família da tabela periódica, por exemplo. Devido à especificidade dessa situação, é mais difícil atribuir significados que fortaleçam tais lembranças, por isso muitas escolas e cursos pré-vestibulares ensinam mnemônicos que auxiliam nesse processo”, conta Motta.


    Cuide da sua saúde física e mental

    Por fim, temos uma importante recomendação: dê atenção à sua saúde física e mental. Um organismo debilitado não consegue fornecer ao cérebro a energia necessária para que a memorização ocorra de forma efetiva. Uma alimentação balanceada, a prática de atividades físicas, boas noites de sono e pequenas pausas durante os estudos permitem que o aprendizado seja mais eficaz.


    Gostou dessas técnicas de memorização e acha que elas podem ajudar você nos estudos? Então confira o nosso artigo sobre como funciona um vestibular e fique um passo mais próximo da aprovação na universidade dos seus sonhos!

    Conheça mais o Curso Etapa
Como escolher a profissão correta?
Plano de estudos para o vestibular: 5 passos para o sucesso
Posts relacionados
Plano de estudos para o vestibular: 5 passos para o sucesso
Plano de estudos para o vestibular: 5 passos para o sucesso
Cursinho pré-vestibular on-line: dicas para escolher o seu
Cursinho pré-vestibular on-line: dicas para escolher o seu
Por que fazer um curso pré-vestibular on-line de Medicina?
Por que fazer um curso pré-vestibular on-line de Medicina?

Comment

Cadastre-se no Blog

Cadastre-se no blog