Filtrar por Categoria
Filtrar por categoria

Importância do esporte na escola para crianças e adolescentes

O esporte na escola promove a formação global dos estudantes.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), a prática de esportes entre crianças e adolescentes é predominante nas aulas de Educação Física, matéria obrigatória na grade curricular da Educação Básica no Brasil. Mas você sabe qual é a importância dessa atividade?

Neste post explicaremos qual é o papel do esporte na escola e quais são os principais benefícios para o seu filho se ele praticar uma ou mais modalidades regularmente. Continue a leitura para saber mais!

 

Qual é a importância do esporte na escola?

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que crianças e adolescentes pratiquem pelo menos uma hora de atividade física diariamente. Isso porque o esporte tem um papel fundamental na formação infantojuvenil, já que auxilia no desenvolvimento físico, motor e cognitivo, além de trabalhar aspectos emocionais e sociais.

Apesar dos benefícios da prática esportiva, o sedentarismo infantojuvenil vem crescendo nos últimos anos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quatro em cada cinco adolescentes não praticam atividade física em nível suficiente. Outra pesquisa, realizada pelo Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano Sul (CELAFISCS), aponta que apenas 44% das crianças brasileiras seguem a recomendação mínima de prática de desporto.

“Hoje, os ambientes para praticar esportes são mais restritos do que antigamente, quando as crianças eram incentivadas a brincar em espaços livres. Por essa razão, a escola tem um papel essencial em relação ao esporte”, pontua Vitor Alencar dos Santos, coordenador do departamento de Educação Física do Colégio Etapa São Paulo.

Além disso, o esporte praticado no ambiente escolar tem objetivos diferentes em comparação com outros locais. “Geralmente, o foco dos clubes e dos centros esportivos está mais ligado à seleção dos melhores atletas e à busca pela vitória. Já a escola tem uma preocupação mais global, usando o esporte como ferramenta para trabalhar diferentes valores e conceitos”, destaca Egleizer Melo, coordenador do departamento de Educação Física do Colégio Etapa Valinhos.

“Na escola, nós criamos desafios que tiram os estudantes da zona de conforto durante a prática esportiva, o que desperta o interesse deles pela atividade, estimula o aprendizado e transforma o ambiente em um espaço motivador”, explica Mariana Rodrigues Reupke, coordenadora do departamento de Educação Física do Colégio Etapa São Paulo.

Os esportes ainda podem ser considerados uma importante atividade intelectual. “Todas as modalidades esportivas são extremamente complexas. Os atletas precisam não só conquistar uma preparação física adequada, como também ter boas estratégias e táticas para vencer os jogos. Por isso, os esportes propiciam também desafios intelectuais, contribuindo para o desenvolvimento da inteligência humana no sentido mais amplo da palavra”, explica Edmilson Motta, coordenador Geral do Colégio Etapa.

 

Quais são os benefícios do esporte na escola?

A prática esportiva tem um papel fundamental no combate ao sedentarismo, um problema que se agrava cada vez mais entre crianças e adolescentes devido ao uso excessivo de celulares, notebooks e tablets. Mas os benefícios do esporte para a formação dos estudantes não para por aí.

Manter uma atividade física regular pode aumentar a consciência corporal, a imunidade e a resistência muscular, além de colaborar para o desenvolvimento da coordenação motora e do sistema cognitivo, contribuindo para um melhor desempenho em todas as disciplinas.

“Além disso, o esporte auxilia na formação do aparelho cardiorrespiratório, no aumento da circulação sanguínea, em uma maior oxigenação do cérebro, no combate ao estresse e à ansiedade e ainda proporciona uma sensação de bem-estar”, destaca Egleizer Melo.

Praticar atividade física regularmente também colabora para o desenvolvimento social e emocional do estudante por meio da interação com colegas da mesma idade. Assim, os estudantes aprendem a trabalhar em equipe e assimilam valores como a resiliência e a empatia.

“O esporte ainda permite ao estudante extravasar e aprender a lidar com diferentes sentimentos e sensações e, ao mesmo tempo, gera bons ensinamentos, como a superação dos limites individuais, o comprometimento e a persistência para enfrentar situações desafiadoras, por exemplo”, explica Mariana Rodrigues Reupke.

“Por meio da prática esportiva, os professores também despertam nos estudantes o senso de responsabilidade e o desejo pela vitória, respeitando os adversários e as regras do jogo”, complementa Vitor Alencar dos Santos.

Por último, os professores podem utilizar as atividades físicas para incentivarem a autoestima, o autoconhecimento, a autonomia e a motivação dos estudantes.

Por tudo isso o esporte pode ser considerado um importante instrumento pedagógico, que pode aumentar o rendimento escolar e contribuir para a formação do indivíduo.

“Ter boas notas deve ser a principal condição para os estudantes participarem das atividades extracurriculares esportivas, pois faz com que eles se dediquem mais aos estudos. Além do mais, a prática de esportes também facilita a absorção de novos conhecimentos”, observa Egleizer Melo.

 

Qual é a modalidade esportiva mais indicada para o meu filho?

Muitos pais ficam em dúvida sobre qual é a atividade física mais indicada para as crianças e os adolescentes. Então confira as recomendações da Sociedade Brasileira de Pediatria para acertar na escolha do melhor esporte para o seu filho.

 

1) Crianças de 0 a 2 anos

Os bebês devem ser incentivados a serem fisicamente ativos, sendo encorajados a engatinhar e mexer os membros, por exemplo. Mas atenção: as atividades sempre devem ser realizadas em ambientes seguros e com supervisão de um adulto.

 

2) Crianças de 3 a 5 anos

Nesta faixa etária as crianças devem ser incentivadas a desenvolverem a coordenação motora. Brincadeiras, jogos ativos e modalidades como a natação, as danças e os esportes coletivos são os mais indicados.

 

3) Crianças e adolescentes de 6 a 19 anos

A partir dos seis anos, é indicado praticar atividade física por pelo menos 60 minutos diariamente. As modalidades podem e devem variar, com prioridade para os esportes de intensidade moderada ou alta.

 

Os professores de Educação Física do Colégio Etapa destacam que é importante considerar a preferência das crianças e dos adolescentes no momento de escolher a modalidade esportiva. “Respeitando a faixa etária de cada um, o esporte mais indicado é aquele que faz bem para a saúde e que o estudante sente prazer em praticar”, afirma Vitor Alencar dos Santos.

Por isso, a dica é verificar quais modalidades esportivas a escola do seu filho oferece. Assim, ele poderá praticar regularmente a sua atividade física preferida, e conciliá-la com as aulas regulares de Educação Física, que trabalha todos os esportes.

 

Gostou deste post? Uma das características da cultura do Colégio Etapa é oferecer oportunidades para que cada aluno se desenvolva na sua área de interesse, inclusive no esporte. Entre em contato com a gente e saiba mais!

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

As 10 melhores técnicas de estudo para mandar bem na escola
Ensino em espiral: saiba o que é e como funciona
Posts relacionados

Inscreva-se no blog

Inscreva-se no blog