Filtrar por Categoria
Filtrar por categoria

Como escolher a escola para seu filho: 5 fatores para avaliar

como escolher a escola para seu filho

Uma das decisões mais difíceis e importantes para os pais é como escolher a escola para seu filho. Afinal, é no ambiente escolar que os estudantes passam a maior parte dos seus dias, além de ser esse o lugar onde surgem as primeiras amizades e as relações sociais começam a ser estabelecidas.

Para fazer uma boa escolha, é preciso buscar o máximo de informações possíveis sobre as escolas previamente selecionadas. Por isso, leve em consideração a mensalidade, verifique a localização da instituição e, principalmente, pesquise sobre o projeto pedagógico. Todos esses fatores têm o seu valor e devem ser analisados antes de optar por um colégio.

Todo esse processo envolve muita responsabilidade, certo? Mas, para ajudá-lo a definir em qual instituição matricular seu filho, preparamos este artigo com algumas dicas e recomendações sobre o que deve ser analisado antes de tomar uma decisão. Veja a seguir!

 

Como escolher a escola para seu filho?

Além de levar em conta a mensalidade e a localização da instituição, por exemplo, existem outros pontos importantes a serem considerados. Para ajudá-lo nesse processo, listamos cinco fatores que devem ser avaliados antes de selecionar a melhor escola para seu filho. Confira!

 

1) Projeto pedagógico:

O projeto pedagógico é o instrumento metodológico que determina os objetivos educacionais da escola e as estratégias para alcançá-los - o que envolve as concepções de educação e de mundo da instituição. Em resumo, o projeto pedagógico é a identidade da escola.

Atualmente, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) estabelece a aplicação de um currículo em espiral, que permite que o estudante veja um conteúdo mais de uma vez ao longo de sua trajetória escolar e em diferentes níveis de complexidade. Esse tipo de formação possibilita que o aprendizado seja mais completo, já que aplica o conhecimento em diferentes contextos, permitindo melhor compreensão e fixação.

Avalie se essa didática de ensino foi adotada pela escola e quais são os métodos de avaliação aplicados. Existem instituições que realizam uma avaliação contínua, que estimula o estudante a estudar de forma regular e, consequentemente, gera um aprendizado maior.

Uma boa forma de descobrir se a escola aplica as melhores práticas de ensino e avaliação é conversando com diretores, coordenadores e outros profissionais das instituições que estão na sua lista de opções. Assim, você poderá entender como a metodologia é aplicada no dia a dia dos alunos e até mesmo como se dá a relação deles com o corpo docente da instituição.

Analise também se a escola oferece conteúdos atualizados e um bom material didático. Dessa forma, você ficará mais confiante para tomar sua decisão, além de garantir que o aprendizado do seu filho seja condizente com o que será cobrado dele em outras etapas da vida — como no momento de realizar o ENEM, os vestibulares e até mesmo o processo de admissão para uma universidade no exterior.

 

2) Apoio ao aluno:

A qualidade de uma escola não deve se limitar a orientação dentro da sala de aula. É preciso um ambiente que ofereça apoio ao estudante. Por isso, verifique se o colégio possui boa infraestrutura (biblioteca, laboratórios, salas de estudo etc), e se há plantões de dúvida e atendimento personalizado.

Avalie também se a escola oferece orientação profissional por meio de painéis de profissões, palestras e workshops com profissionais de diferentes carreiras, que podem ser determinantes para o estudante descobrir ou confirmar sua área de interesse.

Confira também se a escola oferece uma boa estrutura para o seu filho desenvolver suas habilidades e quais são as opções que ele terá. E mais do que isso: se há também auxílio para ingressar nas universidades nacionais e internacionais, desde a orientação pedagógica até informações sobre os processos de admissão.

Preencher todos esses requisitos é fundamental para que você tenha a certeza que fez a escolha certa para o seu filho, já que ele contará com o apoio da escola.

 

3) Inspiração:

No momento de escolher a escola para o seu filho, é fundamental considerar se a instituição é um ambiente inspirador. Um corpo docente de excelência possui um rico conhecimento acadêmico, além de habilidades e atitudes que favorecem o aprendizado e estimulam os estudantes em sala de aula.

Consequentemente, os estudantes obtêm melhores resultados tanto nas atividades acadêmicas como nas extracurriculares – em olimpíadas científicas, por exemplo – o que também estimula os seus colegas.

 

4) Atividades extracurriculares:

Oferecer e incentivar a prática de atividades extracurriculares é um diferencial de algumas instituições, que deve ser levado em conta no momento da sua escolha. Afinal, essa é uma forma muito eficiente de garantir que a formação do estudante como indivíduo seja pensada e executada da maneira mais completa possível, demonstrando a valorização do aprendizado além da sala de aula.

A partir de uma pesquisa do Ministério da Educação (MEC), é possível comprovar que a prática de atividades extracurriculares impacta positivamente no desempenho escolar dos estudantes. Ou seja, à medida que o aluno participa de cursos que vão além da grade curricular, ele poderá adquirir mais conhecimento e sentir-se mais engajado, o que é fundamental para o seu rendimento.

Esportes, artes, cursos de idiomas, clubes de debate, robótica e passeios culturais são algumas das atividades que colaboram para uma formação mais completa e estimulam o senso de responsabilidade, trabalho em equipe e aprendizado de novas competências. Além disso, elas podem contribuir para o desenvolvimento pessoal da criança e do jovem.

 

5) Reputação:

Para conhecer, de fato, uma instituição de ensino, não há nada melhor do que buscar referências sobre sua reputação. Nesse caso, falar com pais de alunos, fazer pesquisas na internet e até mesmo conversar com profissionais de cada colégio são boas práticas.

Descobrir qual é o resultado final de toda a metodologia aplicada na escola também é um fator decisivo. Qual foi o desempenho da instituição na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)? Para descobrir essa resposta, você pode verificar a média da escola e o número de participantes no exame. Isso porque quanto maior a quantidade de estudantes avaliados, mais confiável é a nota da instituição.

Outra forma de verificar o desempenho de uma escola no Enem é avaliar a média dos 30 melhores alunos de cada instituição, como fez o próprio Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para comparar escolas de tamanhos diferentes em anos anteriores.

Além do Enem, você também deve se informar sobre o índice de aprovação dos estudantes nas principais universidades do Brasil e até mesmo do exterior. Esses dados são essenciais para identificar se seu filho conseguirá atingir os seus objetivos ao ingressar em uma nova escola.

 

Após analisar todos esses critérios, fica evidente quanta responsabilidade requer o ato de definir a instituição de ensino que contribuirá para o desenvolvimento e a formação do seu filho. Desse modo, é muito importante reservar um tempo para procurar, com calma, um colégio que esteja alinhado aos objetivos e ao perfil do estudante e de sua família.

Agora que você já sabe como escolher a escola para seu filho, que tal compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e mostrar para os seus amigos e familiares que eles também podem tornar essa decisão mais fácil e garantir uma boa formação para os filhos? Nós, do Colégio Etapa, estamos no Facebook e no Instagram!

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

 

Entenda os benefícios da educação em tempo integral
Posts relacionados
Qual é a importância da Arte na Educação Infantil?
Qual é a importância da Arte na Educação Infantil?
Entenda os benefícios da educação em tempo integral
Entenda os benefícios da educação em tempo integral

Inscreva-se no blog

Inscreva-se no blog