Filtre Por Categoria
Filtre por Categorias

Descubra como montar um cronograma de estudos para o Enem

Confira algumas dicas de como montar um cronograma de estudos para o Enem

Em sua última edição, o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) disponibilizou mais de 200 mil vagas em 110 instituições brasileiras de ensino superior. Mas para ter sucesso nesse processo seletivo, é fundamental ter um bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Nesse sentido, quanto antes os estudantes começarem a se preparar para essa prova, maiores serão as chances de obterem um bom resultado. “É preciso considerar a quantidade de assuntos a serem estudados, tendo em vista que as provas do Enem abrangem todas as disciplinas do Ensino Médio e possuem um grande número de questões”, afirma João Pitoscio Filho, coordenador pedagógico do Curso Etapa.

Quer saber mais? Então continue a leitura para entender melhor qual é a importância de se preparar com antecedência para esse exame e como você pode montar um cronograma de estudos para o Enem.

 

Qual é a importância de se preparar com antecedência para o Enem?

Como explicado anteriormente, o volume de conteúdos a serem estudados precisa ser levado em conta pelos estudantes que desejam mandar bem no Enem. Isso porque o exame possui uma prova de redação e 180 questões de múltipla escolha, divididas entre quatro áreas do conhecimento:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Arte, Educação Física, Literatura, língua estrangeira (Espanhol ou Inglês), Português e Tecnologias da Informação e Comunicação;
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: Filosofia, Geografia, História e Sociologia;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Biologia, Física e Química;
  • E Matemática e suas Tecnologias.

 

No primeiro dia, os candidatos têm 5 horas e 30 minutos para produzir um texto dissertativo-argumentativo e responderem às provas de Linguagens e de Ciências Humanas, com 45 testes cada. Já no segundo dia, os estudantes precisam resolver as provas de Ciências da Natureza e Matemática, com 45 questões cada, em 5 horas. O Enem é aplicado em dois domingos consecutivos.

“Assim, o primeiro ponto que os vestibulandos devem levar em conta é o preparo físico, pois são dois dias que exigem um trabalho intenso. Para tanto, é importante incluir atividades físicas na rotina, como uma caminhada de 30 minutos por, pelo menos, três vezes na semana, por exemplo”, sugere Pitoscio.

Além disso, os estudantes devem começar a se preparar para o Enem o quanto antes para conseguirem estudar todos os conteúdos cobrados na prova. Mas, afinal, você sabe quais são os temas que aparecem com maior frequência nesse exame? Então confira a relação de assuntos mais cobrados no Enem, de acordo com os professores do Curso Etapa.

Descubra quais são os conteúdos de Linguagens e de Redação que devem fazer parte do seu cronograma de estudos para o EnemDescubra quais são os conteúdos de Ciências Humanas que devem fazer parte do seu cronograma de estudos para o EnemDescubra quais são os conteúdos de Ciências da Natureza e de Matemática que devem fazer parte do seu cronograma de estudos para o Enem

 

Vale destacar que todas as disciplinas devem fazer parte da rotina de estudos dos candidatos, pois ter um baixo desempenho em uma matéria, mesmo que ela não seja parte da área do conhecimento na qual o curso do seu interesse faz parte, impacta na sua média final.

“Diferentemente de outros exames, o Enem utiliza a Teoria de Resposta ao Item (TRI) para calcular o desempenho dos estudantes. Nesse método de avaliação, a nota é relacionada ao número de acertos coerentes de cada vestibulando. Assim, um candidato que acertar um grande número de questões mais simples e errar as mais complicadas poderá ter uma nota maior do que um candidato que acertar as questões mais difíceis e errar as mais fáceis”, explica Pitoscio.

“Ademais, os estudantes devem estar atentos ao funcionamento do SiSU, uma vez que as pontuações mínimas e os pesos de cada prova na composição das notas de corte de cada curso variam de acordo com as universidades. Por isso, é fundamental focar nos conteúdos básicos de todas as disciplinas para, depois, ir se aprofundando nos temas mais complexos de cada matéria. Os estudantes também devem fazer uma revisão contínua dos assuntos estudados, visto que essa estratégia contribui para a fixação das matérias”, destaca Pitoscio.

“A redação também exige muita atenção, pois os estudantes precisam cumprir os cinco critérios que são avaliados pela banca examinadora para conseguirem uma boa nota. Para tanto, os candidatos devem praticar semanalmente, corrigindo os textos para avaliarem os pontos de atenção e, assim, melhorarem o desempenho ao longo do tempo”, complementa Pitoscio.

 

Como montar um cronograma de estudos para o Enem?

Agora que você já sabe a importância de se preparar com antecedência para o Enem, tendo em vista o número de fatores que podem influenciar o seu desempenho, pode estar se perguntando como organizar um plano de estudos. Pensando nisso, nós separamos três dicas para te ajudar. Confira!

 

1) Organize sua rotina

“Estudar, como vários outros aspectos da vida, é uma questão de hábito. Assim, a elaboração de um cronograma deve considerar a incorporação dos estudos na sua rotina diária. Para tanto, os vestibulandos devem avaliar quanto tempo gastam com atividades diárias, como alimentação, locomoção e higiene pessoal, por exemplo. Alguns candidatos esquecem de considerar esse tempo e, no final do dia, não conseguem cumprir seu cronograma”, explica Pitoscio.

“Além disso, os estudantes também precisam levar em conta as horas de aula para ter uma noção exata de quanto tempo eles terão para destinar ao cronograma de estudos. Uma dica é montar uma planilha na qual os candidatos possam anotar todas as atividades do dia, determinando os horários para começar e terminar cada uma”, acrescenta Pitoscio.

 

2) Estabeleça as técnicas de estudo

“Uma boa estratégia é dividir o tempo de estudo em intervalos pequenos, de 20 a 30 minutos, com pausas rápidas entre cada período. Já para a redação, os estudantes devem destinar cerca de 90 minutos, que é o tempo médio que os candidatos têm, em média, para desenvolver os temas durante os vestibulares. Outra dica importante é alternar as matérias, pois essa técnica de estudo aumenta as chances de manter o foco”, afirma Pitoscio.

“Além disso, os vestibulandos devem fazer uma pausa maior após duas ou três horas de estudo para beber água, se alimentar, fazer um alongamento e descansar o cérebro. Por último, é importante incluir atividades físicas e momentos de lazer no seu cronograma, pois negligenciar esses aspectos pode levar os estudantes à exaustão, o que poderá resultar em um baixo rendimento na hora de prestar o exame”, indica Pitoscio.

 

3) Mantenha o foco e a disciplina

“Montar um cronograma de estudos não é suficiente para ter um bom resultado! É necessário ter persistência para que o plano de estudos dê certo. Os vestibulandos precisam ter um propósito claro e definido e seguir o planejamento, pois quanto maior for a organização, o foco e a disciplina, maiores serão as chances de ter sucesso”, destaca Pitoscio.

 

Gostou dessas dicas de como montar um cronograma de estudos para o Enem? Então comece a se preparar agora mesmo para esse exame! Nós preparamos um modelo de plano de estudos especial para você! Baixe agora mesmo o cronograma de estudos do Curso Etapa!

 

Dica: Você pode imprimir as tabelas ou utilizar os recursos de edição do programa para a leitura de Portable Document Format (PDF) que utiliza para preencher a planilha pelo computador.

 

Baixe agora o modelo de cronograma de estudos do Etapa

 

O que é e como funciona o SiSU?
Como passar nos vestibulares de Medicina? Confira 7 dicas
Posts relacionados
O que é nota de corte e como ela é aplicada nos vestibulares
O que é nota de corte e como ela é aplicada nos vestibulares
5 dicas de como manter a rotina de estudos nas férias
5 dicas de como manter a rotina de estudos nas férias
Como passar nos vestibulares de Medicina? Confira 7 dicas
Como passar nos vestibulares de Medicina? Confira 7 dicas

Comment

Cadastre-se no Blog

Cadastre-se no blog