Filtrar por Categoria
Filtrar por categoria

Qual é o papel da Educação Física escolar?

Descubra qual é a importância e conheça as vantagens da Educação Física escolar.

A Educação Física é um componente curricular obrigatório para todos os estudantes que estão no ciclo escolar. Isso porque essa disciplina envolve muito mais do que a prática esportiva, pois suas aulas são ministradas de forma integrada à proposta pedagógica da escola.

Quer saber mais? Então continue a leitura para entender a função e as vantagens dessa matéria para a formação das crianças e dos adolescentes.

 

Qual é a importância da Educação Física escolar?

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), elaborados pelo Ministério da Educação (MEC) para orientar os professores quanto à formulação dos planos de aulas de cada disciplina por ciclo, a Educação Física deve englobar diferentes aspectos ligados ao corpo humano, da teoria à prática.

“Nas aulas teóricas, os docentes abordam assuntos como bons hábitos e primeiros socorros. Já na parte prática, eles podem organizar atividades lúdicas ou mais tradicionais, como brincadeiras de rua, jogos alternativos, de quadra ou pré-desportivos. Em todos os casos, a cognição, a consciência corporal, o respeito às regras e o trabalho em equipe são estimulados com o propósito de manter o cérebro e o corpo ativos”, explica Mariana Rodrigues Reupke, professora do departamento de Educação Física do Colégio Etapa.

“Na Educação Infantil e no Ensino Fundamental I, a tendência é trabalhar mais a coordenação motora e estimular o desenvolvimento de habilidades cognitivas com atividades lúdicas. Já no Ensino Fundamental II e no Ensino Médio, as aulas de Educação Física visam a promoção de valores e a manutenção do interesse pela prática esportiva. Nesse sentido, os esportes são utilizados como uma ferramenta de aprendizagem”, completa Reupke.

 

Educação Física escolar (3)

 

“No Colégio Etapa, por exemplo, nós desenvolvemos um planejamento de aulas o qual permite aos alunos vivenciarem o maior número de experiências motoras. Para tanto, nosso projeto curricular inclui vivências sensoriais na Educação Infantil e uma proposta diferente para cada série do Ensino Fundamental I, com atividades circenses, brincadeiras de rua, ginástica, esportes de aventura e atletismo, respectivamente, no 1º, 2º, 3º, 4º e 5º ano”, destaca Egleizer Melo, professor do departamento de Educação Física do Colégio Etapa.

“E ao longo do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, além das modalidades de quadra tradicionais - basquete, futsal, handebol e vôlei -, os alunos têm aulas de primeiros socorros e, ainda, a oportunidade de praticarem atividades menos tradicionais ligadas a projetos curriculares cujas temáticas mudam a cada ano. Desta vez, o tema é Esportes Olímpicos, devido aos Jogos de Tóquio. Nosso intuito é colaborar para que cada discente descubra suas preferências, o que diminui as chances de se tornarem adultos sedentários”, acrescenta Melo.

“Dessa forma, os alunos não só aprendem os princípios básicos de cada modalidade, como também são estimulados a refletirem sobre o impacto das atividades físicas para a qualidade de vida individual e coletiva. Assim, eles tendem a praticar um ou mais esportes nos momentos de lazer e, ainda, a absorver mais os conteúdos transmitidos nas aulas, o que colabora para a construção de uma formação cidadã”, conclui Reupke.

 

Quais são as vantagens da Educação Física escolar?

1) Amadurecimento

“A prática esportiva tende a despertar diversos sentimentos nos participantes, como a alegria ao acertar o primeiro saque, fazer uma cesta ou marcar o gol da vitória e, ainda, a frustração após uma derrota. Nesse sentido, o papel da Educação Física envolve o desenvolvimento da maturidade emocional, uma vez que ajuda os estudantes a lidarem com as próprias emoções e a seguirem buscando evoluir com empatia e resiliência”, afirma Vitor Alencar dos Santos, professor do departamento de Educação Física do Colégio Etapa.

 

2) Bons hábitos

“Em primeiro lugar, vale destacar que essa disciplina tem o propósito de despertar o prazer pela prática esportiva, o que contribui para a promoção de um estilo de vida saudável. Além disso, essa matéria é a porta de entrada para bons hábitos, como o cuidado com o corpo e a saúde em geral, incluindo a alimentação, a prática de atividades físicas e o sono”, pontua Santos.

 

3) Consciência corporal

“A Educação Física tem um papel essencial na formação dos estudantes, pois os ensina a lidarem com o próprio corpo, incluindo suas potencialidades e suas limitações, o que contribui para o desenvolvimento do autoconhecimento e, consequentemente, para a superação de desafios”, destaca Santos.

 

4) Desenvolvimento de competências

“Essa disciplina também colabora para o desenvolvimento de habilidades cognitivas e motoras. Sem falar que ela também auxilia o desenvolvimento da autoconfiança, cidadania, disciplina, liderança, raciocínio lógico e trabalho em equipe, competências de extrema importância para o futuro acadêmico, pessoal e profissional de todo estudante”, explica Melo.

 

5) Socialização

“A prática esportiva escolar também é uma excelente ferramenta de transformação, considerando que seus recursos pedagógicos permitem a integração social ao introduzirem uma série de noções fundamentais para a vida em sociedade, como a colaboração e o respeito às diferenças, independentemente das características culturais, de gênero, econômicas, étnicas, físicas, religiosas e sociais de cada um”, pontua Melo.

 

Educação Física escolar (2)

 

Gostou de conhecer os benefícios da Educação Física escolar? Vale destacar ainda que essa disciplina possui vantagens exclusivamente ligadas a cada fase da vida. “A infância, por exemplo, é a fase ideal para se trabalhar a alfabetização física, que envolve a promoção das habilidades estabilizadoras, locomotoras e manipulativas. Esse conceito foi criado pela Academia Americana de Pediatria (AAP) com uma preocupação voltada tanto para o estímulo inicial à atividade física quanto para sua manutenção ao longo da vida”, conta Reupke.

“Já a adolescência é marcada por muitas transformações, o que contribui para muitos estudantes se sentirem desanimados em relação à prática de exercícios. Por isso, os professores de Educação Física devem motivar os adolescentes a participarem das aulas regulares dessa disciplina e dos treinos extraclasse, compartilhando seus conhecimentos sobre as modalidades, promovendo atividades que auxiliem os discentes a criarem laços afetivos com os colegas e destacando como os esportes estimulam o cérebro como um todo, especialmente a produção da dopamina, hormônio responsável pela motivação”, finaliza Santos.

 

Agora que você já sabe qual é o papel da Educação Física escolar, pode compartilhar essas informações com seus amigos para que eles também possam incentivar seus filhos a praticarem esportes. O Colégio Etapa está no Facebook e no Instagram!

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Os benefícios da educação empreendedora para os jovens
Como seu filho pode aprender Matemática brincando
Posts relacionados
Importância do esporte na escola para crianças e adolescentes
Importância do esporte na escola para crianças e adolescentes

Inscreva-se no blog

Inscreva-se no blog