MATRÍCULAS

Receba informações

Internacional

Orientadores educacionais do Etapa visitam universidades na Austrália

Por Colégio Etapa em 28/08/2020
O Colégio Etapa foi a primeira escola brasileira a participar dessa iniciativa das universidades localizadas na Austrália.

Em fevereiro deste ano, os orientadores educacionais do Colégio Etapa foram convidados a participar do programa Victorian Government International School Counselors 2020, organizado pelo governo de Victoria, estado localizado na região sudeste da Austrália.

O programa tem o objetivo de atrair estudantes internacionais para as instituições de ensino superior da capital Melbourne e da região metropolitana da cidade. Para isso, os representantes das escolas convidadas e das universidades australianas trocaram informações sobre os processos de candidatura e os principais requisitos para estudar na Austrália. O Colégio Etapa foi a primeira escola brasileira a participar dessa iniciativa.

Além do momento dedicado ao networking¹, o programa também incluiu visitas às universidades, à agência de fomento estudantil Study Melbourne Student Centre, à Biblioteca Estadual de Victoria, fundada em 1854 e considerada a mais antiga da Austrália, e um workshop de desenvolvimento profissional promovido pela The Career Education Association of Victoria.

Confira a seguir a percepção dos nossos orientadores educacionais sobre algumas dessas visitas!

 

Melbourne: a sensação de estar em casa

Por Ariel Setton e Fernanda Fanganiello Cossa, college counselors do Setor Internacional do Colégio Etapa

 

O estudante que pretende cursar a graduação em Melbourne encontrará uma cidade vibrante e multicultural que proporciona segurança, hospitalidade e um padrão de vida acessível aos jovens oriundos de outros países.

E o multiculturalismo é um aspecto que realmente merece destaque. Basta um breve passeio pelas ruas para nos depararmos com a diversidade de pessoas que residem em Melbourne. Durante a nossa estadia na cidade, notamos que há uma grande concentração de estrangeiros, especialmente dos países da Ásia Oriental, e até participamos de um festival que homenageava a cultura grega.

Para nós, essa cidade charmosa do sudeste da Austrália oferece boas oportunidades aos brasileiros que desejam estudar no exterior por alguns motivos, como:

  • Melbourne foi eleita a terceira melhor cidade do mundo para estudantes, de acordo com o ranking QS World Best Student Cities 2019;
  • Além da qualidade de vida, a excelência acadêmica também é um ponto forte: segundo o ranking QS World Top Universities, sete universidades australianas figuram entre as 100 melhores do mundo, sendo que duas delas estão localizadas em Melbourne;
  • O inglês é o idioma nativo do país, o que facilita a comunicação entre os australianos e os estrangeiros;
  • Os jovens não terão dificuldades para se adaptarem ao clima temperado da cidade, muito semelhante ao do Brasil.

 

Como funciona o processo de seleção das universidades australianas

O processo de admissão das instituições de ensino superior da Austrália é diferente dos tradicionais vestibulares brasileiros. Para conquistar uma vaga em uma universidade australiana, o candidato estrangeiro precisa ter estudado por pelo menos um ano em um curso de Bacharelado ou de Licenciatura em uma instituição reconhecida pelas universidades localizadas na Austrália.

Caso o estudante não atenda a esse pré-requisito, ele deverá se matricular em um curso profissionalizante na Austrália, chamado Technical and Further Education (TAFE) ou, ainda, fazer o Pathway Program, uma espécie de curso preparatório para as universidades.

Essas exigências estão relacionadas às características do sistema de educação australiano, cujo ensino regular possui um ano adicional, em comparação com o brasileiro. Por outro lado, os cursos superiores das universidades australianas têm três anos de duração.

Finalmente, a Austrália conta com dois períodos de admissão, sendo um em fevereiro e outro em julho. Para se matricular em uma instituição de ensino superior australiana, o estudante também precisa comprovar a proficiência na língua inglesa.

 

Suporte integral

A Austrália é um dos destinos mais procurados pelos estudantes estrangeiros. E isso se deve, principalmente, ao suporte integral oferecido pelo governo australiano, por meio da agência Study Australia, e pelas universidades, que apoiam os estudantes de outros países em questões que vão desde a obtenção do visto, passando pelo processo de adaptação no país, até a inserção no mercado de trabalho.

Em todas as cidades os jovens podem recorrer aos centros de apoio, que prestam diversos serviços com o objetivo de garantir o bem-estar do estudante em todas as fases da graduação. Além dos investimentos realizados pelo governo australiano, os estados e os municípios também possuem iniciativas de fomento ao ensino superior.

No caso da cidade de Melbourne, por exemplo, o estudante conta com o Study Melbourne Student Centre para se informar sobre as acomodações, o custo de vida, a empregabilidade, o processo de candidatura das universidades que têm mais a ver com o seu perfil, entre outras coisas.

 

Quanto custa estudar na Austrália?

Os cursos de graduação custam, em média, 30 mil dólares australianos. Além disso, o governo exige que o estudante comprove ter, pelo menos, 20.290 dólares australianos para conceder o visto. Apesar dessa exigência, se comparado a outros países, o custo de vida na Austrália é baixo e os universitários costumam gastar muito pouco com as despesas do dia a dia.

Com relação às bolsas de estudo, os critérios para a concessão variam de acordo com a universidade. Portanto, o estudante deve procurar o departamento de admissões da instituição de ensino superior para obter mais informações sobre os tipos de bolsas oferecidas, os pré-requisitos e como se candidatar a uma dessas oportunidades.

 

Por dentro das universidades

Durante a viagem, nós tivemos a oportunidade de visitar sete instituições de ensino superior para conhecer de perto a estrutura acadêmica da Austrália. Conheça o perfil de cada uma delas a seguir!

 

Deakin , universidade localizada na Austrália, tem bom índice de empregabilidade.

 

Deakin University

Posição no ranking de universidades da Austrália: 16º lugar (QS World Top Universities)

Deakin University é uma instituição pública de pesquisa localizada na região metropolitana de Melbourne. Além do campus principal, possui outros três campi nas cidades costeiras de Geelong e Warrnambool. São unidades muito bonitas e de fácil acesso por meio do transporte público.

Deakin oferece cursos reconhecidos nas áreas da Saúde, Educação, Biologia e Biotecnologia. No caso dos estudantes de Biologia Marinha, as pesquisas são beneficiadas pela proximidade com a costa australiana, que concentra uma das faunas mais ricas e diversas do mundo.

De modo geral, a instituição se destaca pelo crescente investimento em pesquisa científica e isso se reflete no futuro profissional dos estudantes: Deakin é a universidade com o maior índice de empregabilidade do estado de Victoria.

Anualmente, o governo australiano realiza uma pesquisa de satisfação entre os universitários e Deakin se mantém há nove anos consecutivos em primeiro lugar no ranking das melhores universidades públicas do país.

 

La Trobe é uma das universidades que mais possuem estudantes na Austrália

 

La Trobe University

Posição no ranking de universidades australianas: 22º lugar (QS World Top Universities)

La Trobe University é uma universidade pública que possui diversos campi distribuídos pelo estado de Victoria. Nós visitamos o campus de Melbourne, que é considerado um dos maiores e mais bonitos centros universitários do país. Os edifícios chamam a atenção pela arquitetura criativa e moderna, como a fachada do Instituto de Ciência Molecular (foto), por exemplo.

A unidade de Melbourne também possui um santuário natural, no qual os estudantes e visitantes podem ver de perto cangurus e outros animais nativos da Austrália. Além da evidente beleza natural, a universidade se destaca por oferecer todo o suporte necessário para que os jovens tenham qualidade de vida e possam se concentrar nos estudos sem grandes preocupações.

La Trobe é reconhecida pela excelência em diferentes áreas do conhecimento, com destaque para Administração, Ciências Naturais, Direito, Humanidades e Negócios. A instituição também oferece cursos preparatórios para estudantes internacionais, com o objetivo de facilitar a adaptação daqueles que precisam aprimorar a fluência na língua inglesa ou fazer aulas de nivelamento acadêmico.

 

Monash possui universidades na Austrália e no continente asiático.

 

Monash University

Posição no ranking de universidades da Austrália: 6º lugar (QS World Top Universities)

Monash University é uma universidade pública de pesquisa que conta com três campi na Austrália – Caulfield, Clayton e Melbourne – além de campi em outros países como China, Índia, Itália e Malásia. A instituição faz parte do G8, o grupo das oito universidades mais prestigiadas da Austrália, e oferece cursos de graduação em Arquitetura, Artes, Ciências, Comércio, Direito, Educação, Engenharia, Farmácia, Medicina e Tecnologia da Informação.

Nós visitamos o campus de Clayton, um complexo educacional cuja estrutura física e acadêmica realmente impressionam: entre os destaques, estão o The Ian Potter Centre for Performing Arts, criado em 2019, que já nasceu com potencial para se tornar um dos principais polos culturais da região sudeste de Victoria; e a Sir Louis Matheson Library, biblioteca que possui um acervo robusto de livros especializados em Artes, Ciências Sociais, Economia, Educação e Negócios.

A Monash University, assim como as outras instituições australianas que nós visitamos, dispõe de toda a infraestrutura para impulsionar o aprendizado e garantir o bem-estar físico e mental dos estudantes. As salas de aula são repletas de telas interativas, que proporcionam um ambiente de ensino eficiente e tecnológico. A instituição também conta com áreas de convivência para estudo e troca de conhecimento, como o Student Learning Centre, ou simplesmente para relaxar, caso do Student Common Room, por exemplo.

Um dos principais diferenciais da Monash é o Comprehensive Course, modalidade de ensino na qual o estudante pode escolher o curso de graduação imediatamente após a matrícula ou somente ao final do primeiro ano, de modo que tenha a possibilidade de conhecer várias disciplinas antes de se decidir. O Comprehensive Course é oferecido em cinco áreas do conhecimento: Artes, Ciências, Comércio, Negócios e Tecnologia da Informação.

 

RMIT possui dezenas de  universidades na Austrália e oferece mais de 900 programas de ensino.

 

Royal Melbourne Institute of Technology

Posição no ranking de universidades australianas: 15º lugar (QS World Top Universities)

A Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT) possui três campi na Austrália – Brunswick, Bundoora e Central Business District (CBD) – e outros três no Vietnã, além de um centro de pesquisa localizado em Barcelona, na Espanha.

A RMIT é reconhecida mundialmente pela qualidade de ensino e pela abrangência dos cursos: são mais de 950 programas educacionais distribuídos pelos seis campi, que abrigam cerca de 60 mil alunos. Os cursos mais renomados da instituição são os de Tecnologia, porém, a universidade também possui programas de excelência voltados para as áreas de Humanidades e de Negócios, como Comunicação e Design, por exemplo.

A universidade também se destaca por oferecer o Technical and Further Education (TAFE), curso profissionalizante que qualifica os jovens para o ensino superior e amplia as chances de aprovação dos estudantes internacionais. Atualmente, os estrangeiros correspondem a cerca de 30% do corpo discente da RMIT.

 

Swinburne, universidade na Austrália, possui cursos voltados prioritariamente ao mercado de trabalho.

 

Swinburne University

Posição no ranking de universidades da Austrália: 21º lugar (QS World Top Universities)

Swinburne University é uma instituição com foco na formação profissional, com destaque para os cursos de Artes, Design, Engenharia, Física e Negócios. Alinhada às demandas do mercado de trabalho, a universidade tem o objetivo de oferecer a melhor preparação para as carreiras do presente e do futuro.

Por isso, de modo geral, os cursos oferecidos pela Swinburne promovem o aprendizado contínuo por meio de experiências práticas e inovadoras, sempre considerando o impacto socioeconômico de cada um dos projetos desenvolvidos durante as aulas.

Inclusive, nós tivemos a oportunidade de conhecer o recém-inaugurado Centro de Tecnologia Avançada, criado para viabilizar os projetos de Automação, Inteligência Artificial e Robótica.

Outra ação que merece destaque é o programa Work-Integrated Learning, por meio do qual os alunos podem conceber projetos em parceria com empresas privadas para exercitarem os conhecimentos aprendidos em sala de aula.

Swinburne dispõe de diversas iniciativas para facilitar a adaptação dos estudantes internacionais como, por exemplo, os cursos preparatórios, obrigatórios no processo de seleção da universidade, que são oferecidos dentro do próprio campus. Além disso, a instituição possui excelentes acomodações estudantis e também conta com bolsas de estudos e linhas de crédito especiais para os jovens estrangeiros.

 

Melbourne, universidades na Austrália, destaca-se pela hospitalidade

 

University of Melbourne

Posição no ranking de universidades australianas: 2º lugar (QS World Top Universities)

A University of Melbourne é considerada uma das principais universidades de pesquisa científica do país, especialmente nas áreas de Artes, Ciências Biomédicas e Ciências Humanas. A instituição também faz parte do G8, o grupo que reúne as oito universidades mais famosas da Austrália.

A universidade possui cinco campi distribuídos pela cidade de Melbourne: Burnley, Hawthorn, Parkville, Southbank e Werribee. E a infraestrutura da instituição é impressionante, principalmente as áreas comuns dedicadas à prática de esportes, como as piscinas, as pistas de corridas e o ginásio poliesportivo.

A diversidade das comunidades estudantis e a hospitalidade demonstrada por elas podem ser percebidas já na entrada do edifício, que também conta com acomodações residenciais, abrigando boa parte dos estudantes. Atualmente, a University of Melbourne possui um corpo discente composto por 50 mil estudantes, sendo que 46% deles são oriundos de outros países.

Para concorrer a uma vaga na instituição, os estudantes internacionais podem se matricular no Trinity College, escola localizada dentro da University of Melbourne, que prepara os alunos para o processo de seleção. Cerca de 26% dos alunos estrangeiros da instituição foram aprovados nos cursos de graduação por meio dessa modalidade de ingresso.

 

Victoria, universidade localizada na Austrália, oferece cursos exclusivos de Ciência do Esporte.

 

Victoria University

Posição no ranking de universidades da Austrália: 28º lugar (QS World Top Universities)

Victoria University é uma universidade pública de grande porte, que possui diversos campi distribuídos pela Austrália e pelo continente asiático. A instituição abriga mais de 46 mil estudantes, sendo que 29% deles são provenientes de outros países.

Victoria é a primeira universidade australiana a adotar o Block Model, um modelo curricular inovador que vem ganhando popularidade ao redor do mundo. Nesse método, os estudantes estudam cada disciplina de forma aprofundada por quatro semanas, ao invés do tradicional curso semestral. De acordo com os reitores da universidade, o Block Model oferece melhor aproveitamento do tempo e um aprendizado mais profundo.

Victoria University possui cursos fortes em todas as áreas do conhecimento. E durante a nossa visita aprendemos muito sobre a Ciência do Esporte e do Exercício, que vem crescendo a cada ano e oferece uma abordagem verdadeiramente científica sobre a prática esportiva.

Nos laboratórios, os estudantes realizam testes inovadores nos atletas da própria universidade e dos melhores times da Austrália. Com essas análises, os pesquisadores esperam não só melhorar a qualidade de vida dos esportistas, mas também compreender como essas pessoas desenvolvem novas habilidades biomecânicas e cognitivas.

 

¹Networking: rede de contatos profissional construída para a troca de experiências e de informações, além de potencializar oportunidades no mercado de trabalho por meio de indicações.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades