MATRÍCULAS

Receba informações

Olimpíadas Científicas

Alunas do Etapa conquistam medalhas de bronze na EGMO 2021

Por Colégio Etapa em 20/04/2021
Inicialmente, a EGMO 2021 ocorreria na cidade de Kutaisi, na Geórgia. Contudo, devido à pandemia da Covid-19, a competição ocorreu virtualmente.

Bruna Arisa Shoji Nakamura e Letícia Barbieri Stroeh, alunas do Colégio Etapa, conquistaram duas medalhas de bronze na Olimpíada Europeia de Matemática para Garotas (EGMO) 2021.

Inicialmente, a EGMO ocorreria na cidade de Kutaisi, na Geórgia. Contudo, devido à pandemia da Covid-19, a competição ocorreu virtualmente entre os dias 9 e 15 de abril. Este ano, o torneio contou com a participação de 213 estudantes de 55 países.

“Estamos muito felizes pelo desempenho da Bruna e da Letícia na EGMO. Apesar dos desafios impostos pela pandemia, nossas alunas continuaram se dedicando para alcançar esse resultado que, além de refletir o esforço delas, também incentiva outras estudantes a trilharem esse mesmo caminho”, afirma Régis Prado Barbosa, coordenador de olimpíadas de Matemática do Colégio Etapa.

Formada por quatro competidoras, a equipe que representou o Brasil na EGMO 2021 conquistou três medalhas de bronze e encerrou a competição em 23º lugar na classificação geral.

 

Sobre a Olimpíada Europeia de Matemática para Garotas

A EGMO foi criada em 2012, no Reino Unido, com o intuito de estimular a participação das meninas nas olimpíadas estudantis de Matemática. Durante o torneio, as estudantes competem individualmente, respondendo duas provas com três questões cada uma.

No caso do Brasil, a delegação que participou da EGMO foi selecionada entre as medalhistas da 41ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e do 1º Torneio Meninas na Matemática (TM²), que ocorreu em 2019.

 

Equipe olímpica: uma janela de oportunidades

Desde a sua fundação, em 1982, o Colégio Etapa incentiva seus alunos a participarem das principais competições científicas regionais, nacionais e internacionais. Durante esses torneios, os integrantes da nossa equipe olímpica têm a oportunidade de desenvolver competências acadêmicas e comportamentais, superando desafios e trocando experiências com estudantes de outros estados e países.

Além disso, a participação em olimpíadas estudantis também coloca o jovem em vantagem nos vestibulares brasileiros e no processo de seleção das universidades internacionais, as quais valorizam os currículos dos candidatos que participaram de atividades extracurriculares durante o ensino regular.

No Brasil, instituições de ensino superior como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Universidade de São Paulo (USP) também já contam com processos seletivos destinados exclusivamente aos medalhistas das olimpíadas científicas.

Para saber mais, acesse o site do Colégio Etapa e confira outras conquistas da nossa equipe olímpica.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades