<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=277882379290217&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
FAZER A REMATRÍCULA

Receba informações

Internacional

Aprovações Internacionais 2018: Giovanna Curi Canonico Chioro

Por Colégio Etapa em 11/06/2018
Giovanna Curi Canonico Chioro vai estudar Engenharia Aeroespacial na Embry-Riddle Aeronautical University.

Embry-Riddle Aeronautical University, Florida Institute of Technology (FloridaTech), Syracuse University e University of Bristol

Se o sonho de ser astronauta pode parecer distante da maioria das pessoas, para Giovanna Curi Canônico Chioro, 18 anos, isso está um pouco mais perto de se tornar realidade. A jovem foi aprovada no curso de Engenharia Aeroespacial nas instituições: Florida Institute of Technology (FloridaTech), Syracuse University, University of Bristol e Embry-Riddle Aeronautical University – para onde irá em breve.

Filha de um engenheiro elétrico e de uma enfermeira, ela conta que esse sonho reacende toda vez que olha para o céu. “Desde pequena eu tenho uma curiosidade muito grande sobre tudo o que existe no universo e isso me move, me faz trabalhar, usar as minhas invenções e realizar os meus projetos”, conta.

E o sonho de trabalhar na NASA – agência do Governo Federal dos Estados Unidos responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial – era tão grande que fez com que ela mudasse de colégio no final do Ensino Fundamental.

“Eu procurava uma escola que me desafiasse e proporcionasse uma preparação acadêmica mais sólida. Além disso, quanto mais eu pesquisava sobre o curso, mais ficava evidente que as melhores oportunidades de pesquisa e trabalho estavam fora do Brasil. Então eu percebi que precisava de uma estrutura como a do Setor Internacional do Etapa para me preparar para a graduação nos Estados Unidos”, explica.

Para isso, a futura astronauta se dedicou ao estudo de todas as disciplinas da grade curricular obrigatória, ao curso de alemão e às aulas preparatórias para as Olimpíadas de Física, Matemática, Astronomia e Robótica, o que a levou a conquistar a medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA), em 2016, e na Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), em 2017.

Também foi no Etapa que Giovanna teve a oportunidade de participar do Projeto Garátea-E, da Escola de Engenharia da USP de São Carlos, que levou experimentos de jovens estudantes de diversas escolas até a estratosfera terrestre dentro de um balão meteorológico.

Nos poucos meses que antecedem a sua mudança para os Estados Unidos, Giovanna tem planos de relaxar, fazer as aulas para tirar a carteira de habilitação e praticar atividade física. “Não há palavras para descrever a sensação de ler a carta de aprovação de uma universidade muito desejada. Você apenas pensa que todo o esforço valeu a pena”, comenta.

“Estou muito ansiosa para começar a faculdade. A Embry-Riddle tem um campus bem estruturado, com muitos alunos internacionais, o que contribui para a diversidade, além de uma política de incentivo à presença de mulheres na Engenharia, o que achei muito interessante e pertinente. Isso sem falar nos muitos clubes e nas atividades extracurriculares dos quais eu poderei participar”, conta. Após concluir os estudos, Giovanna pretende continuar nos Estados Unidos, exercendo a profissão de engenheira aeroespacial e, depois, cursando uma pós-graduação.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades