<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=277882379290217&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
FAZER A REMATRÍCULA

Receba informações

Orientação profissional

Confira o que rolou no CEOP 2022 - Psicologia

Por Curso Etapa em 27/04/2022
Tatiana Rosa Silva abordou diversos aspectos da carreira durante o CEOP 2022 - Psicologia.

O Curso Etapa deu início a mais um Ciclo Etapa de Orientação Profissional (CEOP) no dia 14 de abril. O evento de abertura foi voltado aos alunos que desejam prestar vestibular para o curso de Psicologia.

A palestrante convidada foi Tatiane Rosa da Silva, vice-presidente do Conselho Regional de Psicologia do Estado de São Paulo, que compartilhou informações importantes sobre a história, o mercado e o futuro da profissão.

 

A seguir, confira alguns destaques do CEOP 2022 – Psicologia:

 

História da Psicologia

Em sua apresentação, Silva destaca que a Psicologia surgiu ainda na Antiguidade, mas não nos moldes em que a conhecemos hoje. “Durante a época dos grandes filósofos, como Platão e Aristóteles, a área era uma parte da Filosofia. O rompimento entre essas duas áreas veio apenas no fim do século XIX”, explica.

No Brasil, o status da Psicologia como disciplina reconhecida pelo MEC é ainda mais recente: os trabalhadores só foram incluídos entre os profissionais autônomos da saúde na década de 1950.

“Hoje em dia, a profissão é regulamentada pelo Sistema Conselhos, que é a junção do Conselho Federal de Psicologia (CFP) com os Conselhos Regionais de Psicologia (CRP). Esse sistema é responsável por fiscalizar e orientar a atuação dos psicólogos do país, de modo a garantir a segurança do serviço oferecido”, afirma Silva.

 

O mercado de Psicologia

Uma vantagem da Psicologia, na visão de Silva, é a abrangência das áreas de atuação disponíveis para os recém-formados. “A Psicologia está em absolutamente tudo. Entre as especialidades existentes, estão a Psicologia Clínica, a Educacional, a Esportiva, a Hospitalar, a Jurídica, a Social e a do Tráfego”, destaca.

A profissional afirma que os interessados em seguir carreira na área Clínica enfrentarão um desafio no início, que é a construção da base de clientes. “Por outro lado, existem clínicas maiores que contratam iniciantes na profissão para fazer parte do seu time. Também é possível estabelecer contatos com profissionais experientes que possam abrir portas e indicar seus serviços”, aconselha.

Segundo Silva, outros cargos que um psicólogo pode ocupar, além do atendimento em clínicas particulares, estão nas áreas de assistência social, consultoria, recrutamento e seleção; e no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O futuro da profissão

Ao falar sobre as expectativas do futuro para a carreira, Silva ressalta o impacto da pandemia na profissão. “Com a crise da Covid-19, as pessoas passaram a viver em um cenário desconhecido. Tivemos que enfrentar uma situação nova e desenvolver técnicas de atendimento por chamadas de vídeo, por exemplo”, relata.

Para a palestrante, o grande destaque da área durante o período pandêmico foi na atuação da Psicologia Hospitalar. “Os profissionais precisaram lidar tanto com as demandas emocionais dos pacientes acamados, que não podiam receber visitas, quanto com as dos familiares, que não podiam ver o doente”, conta.

“A situação de isolamento, o medo da contaminação pelo vírus e as notícias sobre o número de mortes também acarretaram uma explosão de casos de depressão e de ansiedade”, ressalta. Para a psicóloga, mesmo após o fim da pandemia, permanecerá a necessidade de acompanhamento terapêutico para lidar com os efeitos causados à saúde mental da população.

 

Conheça mais o Curso Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades