MATRÍCULAS

Receba informações

Eventos

Etapa promove palestra que revisita as origens da Física

Por Curso Etapa em 13/11/2019
IMG-5521

Alunos do Curso e do Colégio Etapa assistiram a uma palestra que revisitou as origens da Física, desde a Grécia Antiga até as descobertas mais recentes.

 

O evento “Uma breve história da Física” contou com a participação do professor José Luiz Sampaio, físico formado pela Universidade de São Paulo (USP) e um dos responsáveis pela criação dos materiais didáticos do Grupo Etapa.

“Eventos como este são importantes para a formação humana do estudante. A construção do conhecimento multidisciplinar deve contemplar a análise dos mitos e dos métodos científicos que contribuem para a compreensão de como o mundo funciona, independentemente das exigências do vestibular”, destaca Sampaio.

 

Confira abaixo alguns dos temas abordados na palestra sobre as origens da Física:

 

Ciência na Antiguidade

O professor conta que as principais descobertas do período antes de Cristo (a.C.) aconteceram a partir da associação que os pensadores faziam entre os fatos e os elementos da mitologia.

Por volta do século VI a.C, Aristóteles concebeu a ideia que toda matéria existente no planeta Terra era composta de diferentes combinações dos quatro elementos: fogo, ar, terra e água. Então os filósofos começaram a abandonar a ideia de mito e adotaram teorias racionais, a partir de reflexões filosóficas, como: “qual a origem do mundo?” ou “o universo é feito de uma substância básica?”

 

Idade Moderna

No Renascimento, a revolução científica afetou os padrões da sociedade europeia. Os cientistas fizeram muitas descobertas que derrubaram algumas das teorias propostas por filósofos gregos, entre elas, a dos quatro elementos de Aristóteles.

Ainda que as invenções tenham trazido vantagens para a população, a carreira de cientista não era bem vista pela sociedade da época. Por isso, o preconceito afastou muitos talentos da comunidade acadêmica, que começava a se formar em diversas cidades europeias.

Mesmo com as barreiras sociais e tecnológicas, destacam-se as descobertas que Galileu Galilei e Isaac Newton fizeram sobre os princípios físicos relacionados à gravidade, aos projéteis, à astronomia e ao calor.

 

Século XX

Neste período, destacam-se os estudos da Física Atômica e Nuclear, além da Teoria da Relatividade, de Albert Einstein. Os estudos no campo da Mecânica também foram favorecidos pela teoria de George Gamow. Mas, como destacou o professor Sampaio, a evolução das pesquisas em Física obviamente depende de investimento.

Atualmente, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN) detém o maior acelerador de partículas do mundo. No entanto, o custo de criação de estruturas maiores faz com que os países desistam dos projetos a despeito de temas mais urgentes, como a cura de doenças e as mudanças climáticas.

Os físicos, por outro lado, vivem a expectativa de que as colisões no CERN revelem um novo reino de partículas que explique as origens do universo.

 

Conheça mais o Curso Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades