MATRÍCULAS

Receba informações

Eventos

Colégio Etapa Valinhos inaugura Espaço Maker

Por Colégio Etapa em 14/08/2019
ETAPA Maker e-banner_hubspot 1 1920 x 1080 px

 

No dia 24 de agosto, o Colégio Etapa Valinhos realizará o evento de inauguração do Espaço Maker, para o desenvolvimento de projetos baseados na cultura Maker, mais conhecida como a cultura do “Faça Você Mesmo”.

 

Confira a programação do evento:

Manhã

09h30 – Credenciamento para a palestra das 10h

10h - Palestra Iberê Thenório, do Manual do Mundo

Das 11h às 13h - Feira Maker (oficinas, desafio e espaço games)

 

Tarde

13h30 - Credenciamento para a palestra das 14h

14h - Palestra Iberê Thenório, do Manual do Mundo

Das 15h às 17h - Feira Maker (oficinas, desafio e espaço games)

17h30 - Encerramento

 

Tanto no período da manhã quanto à tarde, as atividades serão iniciadas por uma palestra ministrada por Iberê Thenório, cocriador do canal Manual do Mundo, que irá falar sobre a cultura maker.

Quem estiver no evento terá a oportunidade de participar das oficinas de criação de Dinossauro, Carrinho, Robô com Caneta e Luminária - e levar para casa o que produzir.

Haverá também um momento nostalgia quando os participantes poderão brincar com jogos de videogames clássicos como Atari, Super Nintendo, Mega Driver e Playstation, além dos mais modernos.

O evento contará ainda com uma atividade de realidade virtual e uma arena de drones, onde os participantes serão desafiados a controlar um pequeno veículo aéreo e passar por diversos obstáculos para cumprir o seu objetivo.

No desafio de robôs, elaborado pelos professores e alunos da atividade extracurricular de Robótica do Colégio Etapa, os participantes terão de se superar. Em uma das provas deverá ser programado um robô para caminhar em uma pista de obstáculos sem tocar em nada.

 

O dia dedicado à cultura maker terá participação especial da equipe de Robótica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), conhecida como ThundeRatz. Os alunos da Poli farão demonstrações de robôs que são postos à prova em competições nacionais e internacionais, obtendo destaque relevante no cenário mundial da robótica.

Na Feira Maker, alunos do Colégio Etapa Valinhos apresentarão projetos e invenções que desenvolveram durante as atividades extracurriculares. Entre elas está o projeto de irrigação da horta do colégio, para a qual os alunos criaram um processo automático que rega o solo, sempre que necessário.

 

Para inscrições e mais informações sobre o evento, clique AQUI.

 

O presente e o futuro da Cultura Maker

Editor da revista americana de tecnologia Wired, Chris Anderson acredita que o movimento Maker será responsável pela próxima Revolução Industrial. Antes da democratização do acesso à internet, o homem criava produtos e serviços baseados em necessidades locais. Era difícil levar tecnologia e oferecer soluções de baixo custo para as regiões afastadas das grandes metrópoles.

Mas, após a globalização, essas fronteiras deixaram de existir. Com uma pequena impressora 3d acoplada ao computador, por exemplo, é possível produzir desde brinquedos até peças para reparos de alta precisão. E o melhor: os inventores desses protótipos disponibilizam os projetos em redes colaborativas, com o objetivo de gerar impacto social e ajudar um número cada vez maior de pessoas.

 

O movimento Maker na educação

A troca de conhecimentos entre os adeptos da cultura Maker não se restringe aos espaços virtuais. Para conceber projetos de alta complexidade, os makers buscam espaços como os FabLabs, laboratório de inovação criado pelo Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), cujo formato foi reproduzido em diversas cidades ao redor do mundo.

A principal característica do FabLab é a colaboração: nesses espaços, não se pode produzir projetos sob sigilo, pois há o entendimento de que o conhecimento deve ser livre e compartilhado com a comunidade.

São Paulo foi a primeira cidade brasileira a adotar a cultura maker como política pública e não demorou para que as universidades aderissem ao movimento.

A Universidade de São Paulo (USP) foi uma das primeiras instituições de ensino a incluir o tema na grade curricular, inicialmente nos cursos de Ciências Exatas. Já a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU-USP) possui o primeiro FabLab do Brasil a ser credenciado pelo MIT.

Em 2017, o Colégio Etapa São Paulo criou o Laboratório de Inovação Tecnológica (LITE) - em parceria com a Escola Superior de Engenharia e Gestão (ESEG), faculdade do Grupo Etapa – para complementar as atividades realizadas em diversas disciplinas, despertando a curiosidade e estimulando a criatividade dos alunos.

 

O Etapa Maker

De olho nessa tendência, o Colégio Etapa Valinhos inaugura o Espaço Maker para os alunos exercitarem os conceitos trabalhados em sala de aula e desenvolverem novas habilidades.

No Etapa Maker, serão criados projetos, protótipos e peças utilizando a tecnologia mais avançada: impressoras 3D, fresas CNC e mecânica, máquinas de corte a laser, torno mecânico, impressora plotter, cabine de pintura, solda, ferramentaria e computadores para modelagem de peças.

 

Conheça mais sobre o Colégio Etapa

Artigos Recomendados

Cadastre-se e fique sabendo das novidades